Banner 1

 


A Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) divulgará ainda nesta semana o calendário da segunda etapa de vacinação da febre aftosa em Mossoró. O anúncio será por meio dos canais oficiais da pasta municipal e da Prefeitura de Mossoró.

“Essa segunda etapa seguirá as mesmas orientações da primeira etapa. Só serão vacinados aqueles animais que estiverem em dia com o IDIARN (Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte)”, destacou o veterinário da SEADRU, Ruan Paulino, exceto para a idade do animal. "Nesta segunda etapa serão vacinados apenas animais abaixo de dois anos".

De acordo com a Secretaria de Agricultura, a vacinação fornecida pela Prefeitura é destinada aos produtores que tenham até 25 cabeças de gado e que estejam com cadastro atualizado no IDIARN, além da comunidade eleger uma pessoa para acompanhar a equipe durante a vacinação.

A pasta municipal também pede que, para evitar que o rebanho deixe de ser vacinado, é importante que o pecuarista prenda os animais até o momento da vacinação e que, se possível, unir os animais num mesmo curral, de preferência um que tenha brete de contenção.

“A gente pede que o pessoal fique atento ao calendário e que prendam os animais no dia em que estiver marcado para a comunidade”, reforçou o veterinário da Secretaria de Agricultura.

Se sua comunidade não estiver no calendário de vacinação da Prefeitura, o agricultor deve entrar em contato com a Secretaria de Agricultura, através do telefone (84) 3315-5189, para realizar o agendamento. Caso ainda esteja inadimplente no IDIARN, deve atualizar o cadastro para ter direito à vacinação.

A campanha apresenta como pré-requisito que o produtor tenha até 25 animais para que ele seja considerado um pequeno produtor e que esteja com o cadastro atualizado junto ao órgão estadual, que promove e executa a defesa animal, vegetal e inspeção de produtos de origem agropecuária no Estado.

A regularização do rebanho bovino é essencial para que o produtor possa ter acesso a linhas de crédito, emissão de GTA com finalidade de venda ou abate de animais. Evitando multas e contribuindo para que o Rio Grande do Norte evolua no status sanitário da febre aftosa.

A febre aftosa é uma doença infecciosa aguda que causa febre, seguida pelo aparecimento de vesículas (aftas) – principalmente na boca e nos pés de animais de casco fendido. A doença é causada por um vírus. A transmissão da doença é por via aérea e pode ocorrer sob condições favoráveis de clima e também pode se espalhar por consideráveis distâncias.

NÚMEROS DA 1ª ETAPA

A Secretaria de Agricultura imunizou na primeira etapa da vacinação contra a febre aftosa 4.635 animais nos 26 dias de campanha de vacinação no mês de maio deste ano.

Ao todo, 443 agricultores foram contemplados com a vacinação. Foram 99 comunidades visitadas. A campanha em sua primeira etapa mobilizou 22 pessoas.

NÚMEROS DA 1ª ETAPA

  • 4.635 animais vacinados
  • 99 comunidades visitadas
  • 443 agricultores contemplados
  • 26 dias de vacinação
  • Máximo 566 animais/dia
  • 22 pessoas mobilizadas

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem