Banner 1

 

Pesquisa Ipespe divulgada na 5ª feira (30.set.2021) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera em 2 possíveis cenários de 1º turno para a eleição presidencial de 2022, com 43% e 42% das intenções de voto. 

Na 1ª composição, Lula (43%) desbanca o presidente Jair Bolsonaro (28%), e os nomes da chamada 3ª via: Ciro Gomes (11%), João Doria (5%) e Luiz Henrique Mandetta (4%). O presidente do Senado Rodrigo Pacheco aparece com 2%. Para este cenário, o levantamento apontou crescimento de Lula, Bolsonaro e Ciro, que estavam com 40%, 24% e 10%, respectivamente, na pesquisa anterior, de agosto.

Em outra formulação, Lula (42%) segue à frente dos possíveis adversários com vantagem. Bolsonaro (25%) aparece em 2º, seguido de Ciro (9%), Sergio Moro (7%), Mandetta (3%), José Luiz Datena (3%), Eduardo Leite (3%), Simone Tebet (1%), Rodrigo Pacheco (2%) e Alessandro Vieira (0%).

A pesquisa PoderData realizada nesta semana (27-29.set) mostra uma situação parecida. Lula segue na liderança do 1º turno com 40% das intenções de voto, oscilando 3 pontos percentuais para cima em 1 mês. Bolsonaro aparece em 2º lugar, com 30% –em uma alta de 2 pontos percentuais em relação ao levantamento anterior.

Na sequência, embolados na margem de erro, aparecem: Ciro Gomes (PDT), com 5%; José Luiz Datena, com 4%; Henrique Mandetta (DEM) e João Doria (PSDB), ambos com 3%; Rodrigo Pacheco (DEM), com 2%; e Aldo Rebelo (sem partido) e Alessandro Vieira (Cidadania), com 1% cada um.

No cenário com Eduardo Leite, Lula sobe e tem 43%, contra 28% de Bolsonaro. Na sequência aparecem Ciro Gomes (PDT), com 5%; Eduardo Leite (PSDB), com 4%; Mandetta (DEM), com 3%; Datena (PSL), com 2%; e Rodrigo Pacheco (DEM), Alessandro Viera (Cidadania) e Aldo Rebelo (sem partido), com 1% cada um.

2º TURNO

Todos os cenários de 2º turno dão vitória à Lula. Na principal projeção, com Bolsonaro, ficou mantida a distância de 19 pontos (50% a 31%) identificada no levantamento anterior. O ex-presidente também derrota Moro (53% a 34%), Ciro (49% a 30%), Doria (50% a 27%) e Leite (49% a 30%).

Bolsonaro também perderia o 2º turno se disputasse com Ciro (45% a 34%), Leite (36% a 33%) e Doria (39% a 35%), segundo o Ipespe. Nos embates com possíveis candidatos do PSDB, a derrota fica dentro da margem de erro.

O Ipespe entrevistou, por telefone, 1.000 pessoas de 16 anos ou mais, de todas as regiões do país, entre 22 e 24 de setembro. Segundo a empresa, foi usada uma amostra nacional representativa do eleitorado brasileiro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa PoderData realizada nesta semana (27-29.set) mostrou que Lula venceria Bolsonaro por 56% a 33% no 2º turno. Bolsonaro também perderia para Doria (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e Eduardo Leite (PSDB). Leia os percentuais:


O PoderData ainda registrou que Lula venceria os tucanos Doria e Leite com 38 pontos de vantagem no 2º turno. O ex-presidente, nas duas simulações, fica com 53%. João Doria pontua 15%, e Leite também.

Poder 360


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem