Banner 1

 


Do Blog do Barreto

Entrevistado de terça-feira no programa Foro de Moscow, o secretário executivo do Consórcio Nordeste Carlos Gabas negou a existência de má fé na condução da compra dos 300 respiradores não entregues pela Hempcare, resultando num calote de quase R$ 50 milhões aos nove estados nordestinos.

Gabas disse existir um julgamento antecipado de algumas pessoas que vão se dar mal segundo ele.

O secretário defendeu que se deixe as investigações transcorrerem naturalmente e garantiu que o dinheiro será recuperado. “O dinheiro voltará aos cofres dos Estados”, frisou.

Ele ainda falou que a governadora Fátima Bezerra e seus aliados estão sempre cobrando explicações sobre o calote e desmentiu a informação do presidente da CPI da covid na Assembleia Legislativa Kelps Lima (SD) de que a Prefeitura de Araraquara estaria envolvida no caso.

Confira o trecho da entrevista abaixo:




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem