Banner 1

 

Pela 26ª semana consecutiva, o mercado financeiro aumentou a estimativa para a inflação brasileira neste ano. As projeções indicam que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 2021 deve ficar em 8,51%. Na semana passada era esperado que o índice ficasse em 8,45%.

As estimativas foram divulgadas nesta 2ª feira (4.out.2021) no Boletim Focus do Banco Central. 

O Boletim Focus é divulgado semanalmente com as perspectivas dos operadores do mercado em relação aos principais indicadores da economia.

A estimativa de alta na inflação também aumentou para 2022. Pela 11ª semana consecutiva, o mercado aumentou a projeção do IPCA de 2022, que agora está em 4,14%.

O PIB (Produto Interno Bruto) ficou estável pela 3ª semana, em 5,04% para este ano. Para o ano que vem, também não houve mudança em relação ao último boletim. O crescimento para o ano que vem é estimado em 1,57%.

O valor ficou estável pela 1ª semana depois de 4 quedas consecutivas. Há 4 semanas a projeção era de crescimento de 1,93% em 2022.

Nesta semana, os economistas consultados pelo BC mantiveram a estimativa da Selic terminar o ano em 8,25%. Para o ano que vem, a projeção também continua a mesma: 8,50%.

A expectativa para o dólar também não mudou para 2021: R$ 5,20. Já para o ano que vem, o mercado aumentou a estimativa pela 3ª semana consecutiva e projeta dólar a R$ 5,25. Na semana passada, projetava R$ 5,24.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem