Banner 1

 


Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, registra mais um homicídio a bala, elevando para 126 o número de assassinatos no ano de 2021. O crime aconteceu por volta das 21h30 de segunda- feira, 11 de outubro, no interior de uma casa na Rua Anatália de Melo Alves, Bairro Paredões.

A vítima foi o ex-presidiário identificado como Oscar Martins de Aquino Junior, conhecido como "Junior de Oscar", 29 anos de idade, assassinado com cerca de 20 disparos de arma de fogo do tipo pistola. De acordo com o perito criminal Dênyz Orozco, duas armas de calibres diferentes foram usadas na execução da vítima.

No interior da residência foram recolhidas pela equipe pericial 10 capsulas de pistola 9mm e 10 de calibre 380. Os criminosos, não se sabe quantos, pularam o muro da casa e ao invadirem o imóvel executaram o ex-presidiário, que não teve chances de defesa.

Após matarem a vítima, os assassinos arrombaram a porta da frente da casa e fugiram em um veículo que possivelmente dava apoio aos criminosos. A Polícia Militar isolou o local até a chegada dos profissionais do ITEP e da Delegacia de Plantão. 

Até o momento não há informações sobre a motivação do crime, uma vez que no local prevaleceu a lei do silêncio. Ninguém viu nada, ninguém sabe de nada. O que a polícia sabe até o momento é que a vítima tinha passagem pelo sistema prisional.

No dia 03 de dezembro de 2016, Oscar foi preso juntamente com dois elementos acusados de matar Claudete Benício de Souza, conhecida como “Lôba” de 52 anos de idade, ex-candidata a vereadora enquanto ela trabalhava como comerciante na Cobal em Mossoró. Ele foi a júri popular por esse crime  em julho de 2019, e acabou sendo absolvido por falta de provas.

No dia 23 de abril de 2019, Oscar voltou a ser preso em uma chácara no bairro Santo Antônio, onde estava havendo uma festa de uma facção criminosa, regada com muitas drogas e bebidas, na época 23 pessoas foram detidas entre homens e mulheres.

 Oscar tinha deixado a prisão por meio de alvará de soltura, expedido pela justiça.

Fim da Linha e Passando na Hora


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem