Banner 1


 A equipe de saúde prisional da Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró, realizou exames e orientações sobre saúde para todas as 62 internas da unidade, numa ação alusiva ao Outubro Rosa. A campanha contou com a participação de estudantes  dos cursos de enfermagem, nutrição e serviço social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e da universidade Potiguar (UNP). 

Segundo a diretora da equipe de saúde prisional do município de Mossoró, Diana Fernandes, foram realizados exames clínicos das manas, preventivo de Papanicolau, coletas para exames laboratoriais, além de orientações gerais e sobre o auto-exame.  A equipe conta com médico, dentista, enfermeiro, psicólogo, assistente social e técnicos, totalizando oito profissionais. Além do Pavilhão Feminino, eles atentem também os 404 presos masculinos em regime fechado. “Além da campanha do Outubro Rosa, essa ação é importante por oportunizar a prática e troca de experiências entre os profissionais e os alunos universitários. Eles vivem na prática o que aprendem na instituição”, disse. 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP) tem incentivado e estimulado parcerias para atender a saúde prisional, afim de realizar ações preventivas, e evitar que os privados de liberdade precisem utilizar leitos de hospitais da rede pública. 

Outubro é reconhecido mundialmente como um mês de ações afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento é celebrado anualmente desde os anos 90. 

O objetivo do Outubro Rosa é compartilhar informações sobre o câncer de mama, promovendo a conscientização sobre a doença, o acesso aos serviços de diagnóstico e, dessa forma, contribuir para a redução da mortalidade. O câncer de mama é o mais frequente na mulher brasileira. Iniciativas como essa são fundamentais para a prevenção, uma vez que nos estágios iniciais, a doença é assintomática.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem