Banner 1

 

O serviço de cirurgias eletivas na rede estadual de saúde foi retomado esta semana nos hospitais regionais de Apodi e Mossoró. Em Assú, as cirurgias voltaram a acontecer desde a semana passada, através do programa “Mais Cirurgias, Mais Saúde”, que é totalmente custeado pelo Governo do estado.

Durante a instalação da sede do Governo do Estado em Mossoró, na semana passada, a Governadora Fátima Bezerra disse que a meta é a realização de 1.500 cirurgias por mês.

De acordo com Herbênia Ferreira, diretora do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró estão sendo feitas, de início, as cirurgias daqueles pacientes que já estão internados. No HRTM serão 80 procedimentos/mês.

“A princípio estamos fazendo os procedimentos dos pacientes que já estão internados no HRTM. Na medida que for fluindo, vamos convocando os que aguardam em casa. Tudo será feito via núcleo de regulação do HRTM”, explica a diretora.

Em Assu também estão realizando os procedimentos dos pacientes já internados que aguardam no Hospital para, posteriormente, convocar os pacientes que estão na fila. Em todo o estado, mais de 18 mil pessoas aguardam na fila por uma cirurgia.

No Hospital Regional Tarcísio Maia, serão feitas as cirurgias ortopédicas, em Apodi as cirurgias ginecológicas, cirurgias gerais e vasculares, e em Assú, onde as cirurgias já tiveram início, estão sendo feitas as ginecológicas, de caráter geral e ortopédicas.

“Nós estamos investindo R$ 18 milhões para acelerar a realização das cirurgias, porque não são estatísticas, não são números, são pessoas que precisam da ação do estado que não tem plano de saúde e eu estou pedindo prioridade máxima ao Secretário de Saúde, Cipriano Maia, que junto com sua equipe tem se empenhado para reduzir a fila o quanto antes”, afirma a Governadora.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem