Banner 1


O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse na 2ª feira (13.set.2021) que o banco reduzirá a taxa de juros na aquisição da casa própria. Os detalhes, segundo ele, serão divulgados na 5ª (16.set).

“Não está aumentando a Selic? Então, a Caixa Econômica Federal, com um lucro que nunca teve, sem roubar, vai diminuir os juros da casa própria. Mas isso fica para quinta-feira”, afirmou durante o lançamento do programa Habite Seguro, que destinará R$ 100 milhões para financiamentos imobiliários de policiais.

Segundo Guimarães, gestões anteriores desviaram R$ 46 bilhões da Caixa. “O que isso significa? [Significa que] 500 mil famílias deixaram de ter suas casas próprias porque esse dinheiro foi para quem não precisava”, disse.

Hoje a carteira de crédito habitacional da Caixa é de R$ 528,9 bilhões –o equivalente a 67,3% de todo o financiamento habitacional concedido no país. Entre as 4 modalidades atuais há financiamentos que dependem dos juros corrigidos por taxas variáveis como a Selic, a taxa básica de juros.

O anúncio da redução de juros para o financiamento da Caixa vem na esteira da expectativa do aumento da Selic, hoje definida em 5,25% ao ano. Projeções do mercado financeiro indicam que encerrará 2021 em 8% ao ano.

O aumento da taxa básica de juros, pelo Banco Central, visa conter a demanda aquecida e, por consequência, refletir nos preços visto que os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Poder 360



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem