Banner 1

A Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto informou que o presidente Jair Bolsonaro realizou na manhã deste domingo (26) um novo teste para Covid-19 e que o resultado foi negativo.

Bolsonaro está em isolamento desde que voltou da viagem a Nova York, na quarta (22), onde esteve para participar de assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU).

O isolamento foi recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) depois que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi diagnosticado com a doença. Ele fez parte da comitiva presidencial que acompanhou Bolsonaro aos EUA.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, que também acompanhou presidente a Nova York, informou neste domingo que seu resultado deu negativo.

 A Secom não soube informar se, com o resultado negativo do exame, Bolsonaro retornará ao trabalho presencial. Durante o isolamento, ele despachou do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro teve Covid-19 no ano passado. O resultado positivo para a doença foi anunciado no início de julho. Na época, o presidente informou que teve febre, sentiu mal-estar e cansaço.

Ministros

Neste domingo, outros quatro ministros anunciaram o resultado negativo no teste para a Covid-19. Todos integraram a comitiva do governo brasileiro aos Estados Unidos e cumpriam o isolamento após o ministro Marcelo Queiroga testar positivo para o coronavírus. São eles:

Anderson Torres, da Justiça;

Gilson Machado Neto, do Turismo;

Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria Geral;

Joaquim Leite, ministro do Meio Ambiente.

Os três integraram a comitiva do governo brasileiro aos Estados Unidos e cumpriam o isolamento após o ministro Marcelo Queiroga testar positivo para o coronavírus.

Outros infectados

Além de Queiroga, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, foi outro que fez parte da comitiva presidencial na viagem a Nova York e que teve diagnóstico positivo para Covid-19 na semana passada.

Neste domingo, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que também contraiu o novo coronavírus.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco, também anunciaram que haviam contraído a doença. Os dois, porém, não estiveram nos EUA com o presidente.

Veja quem estava na comitiva presidencial aos Estados Unidos:

  • Jair Bolsonaro, presidente da República
  • Marcelo Queiroga, ministro da Saúde
  • Carlos Alberto França, ministro das Relações Exteriores;
  • Anderson Torres, ministro da Justiça e Segurança Pública;
  • Paulo Guedes, ministro da Economia;
  • Joaquim Leite, ministro do Meio Ambiente;
  • Gilson Machado, ministro do Turismo;
  • Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência;
  • Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência;
  • Eduardo Bolsonaro, deputado federal;
  • Flávio Rocha, secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência;
  • Nestor Forster, embaixador do Brasil nos Estados Unidos da América;
  • Ronaldo Costa Filho, representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas;
  • Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal;
  • Michelle Bolsonaro, primeira-dama;
  • Rodrigo de Bittencourt Mudrovitsch, convidado especial;
  • Paulo Angelo Liégio Matao, intérprete;
  • Claudia Chauvet, intérprete; e
  • Rachel Alves Bezerra, intérprete.

Dos atuais 23 ministros do governo Bolsonaro, pelo menos 18 já pegaram Covid. Quatro tiveram a doença antes de assumir o cargo.

PEGARAM COVID NO EXERCÍCIO DO CARGO

  • Marcelo Queiroga (Saúde)
  • Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência)
  • Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)
  • Bento Albuquerque (Minas e Energia)
  • Milton Ribeiro (Educação)
  • Onyx Lorenzoni (Trabalho)
  • Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações) -
  • Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) -
  • Braga Netto (Defesa)
  • Fábio Faria (Comunicações)
  • Tereza Cristina (Agricultura)
  • Tarcísio de Freitas (Infraestrutura)
  • Bruno Bianco (Advocacia-Geral da União)
  • PEGARAM COVID ANTES DE ASSUMIR O CARGO
  • João Roma (Cidadania)
  • Ciro Nogueira (Casa Civil)
  • Anderson Torres (Justiça)
  • Gilson Machado (Turismo)
  • Joaquim Leite (Meio Ambiente)

EX-MINISTROS QUE CONTRAÍRAM QUANDO ESTAVAM NO GOVERNO

  • André Luiz Mendonça (Justiça e AGU)
  • Jorge Oliveira (Secretaria-Geral)
  • Marcelo Álvaro Antônio (Turismo)
  • Eduardo Pazuello (Saúde)
  • Ricardo Salles (Meio Ambiente)
G1



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem