Banner 1

 

Sob organização dos movimentos políticos MBL, Livres e Vem pra Rua, as manifestações do dia 12 de setembro prometem contrapor atos de bolsonaristas que marcaram o Sete de Setembro. O principal ponto de concentração será a Avenida Paulista, no centro da capital de São Paulo, berço dos dois grupos. Mas estão previstas manifestações em ao menos outras 14 capitais (confira abaixo os locais).

No intuito de dar corpo ao ato, os grupos têm buscado construir uma frente ampla, trazendo políticos de diferentes espectros. Na sexta (11) o PSB confirmou aderência aos protestos do dia 12. Novo, Cidadania e PDT também anunciaram apoio, além dos tradicionalmente ligados aos movimentos PSDB e DEM. Presidenciáveis de outros partidos também são aguardados na Avenida Paulista e há um acordo para que todos participem vestidos de branco, numa tentativa de evitar associações a uma sigla o outra.

Até o momento, confirmaram a presença nomes como o ex-governador e pré-candidato a presidente Ciro Gomes (PDT), a também pré-candidata à presidência, senadora Simone Tebet (MDB-MS), um dos líderes do Novo, o empresário João Amoêdo e o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que na última semana foi indicado como pré-candidato à presidente pelo partido. Ainda na lista de possíveis presidenciáveis estão o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) e o senador Álvaro Dias (Podemos-PR), além do governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Outros nomes previstos são o músico Tico Santa Cruz, os deputados federais Orlando Silva (PCdoB-SP), Isa Penna (Psol-SP) e Tabata Amaral.

“Estamos convocando essas manifestações tem dois meses. Estamos fazendo adesivaços em algumas capitais e chamamento nas redes sociais. O foco é o impeachment de Bolsonaro. Este é o grande objetivo da manifestação”, comentou o vereador por São Paulo e um dos organizadores do ato, Rubinho Nunes (PSL).

Confira os locais e horários das manifestações do 12 de setembro:

São Paulo - Museu de Arte Moderna de São Paulo, 14h

Rio de Janeiro - Copacabana, Posto 5, 10h

Brasília - Esplanada dos Ministérios, 14h

Belo Horizonte - Praça da Liberdade, 16h

Florianópolis - Praça XV de novembro, 14h

Recife - Marco Zero, 13h

Manaus - Largo de São Sebastião- 9h

São Luis - Praça dos Pescador, 9h

Goiânia - Polícia Federal, 15h

Teresina - Ponte Estaiada, 16h

João Pessoa - Largo da Gameleira, Tambaú, 15h

Porto Alegre - Passarela da Goethe, 15h

Curitiba - Boca Maldita, 15h

Vitória - Praça do Papa, Hortomercado, 9h30

Palmas - Palácio do Araguaia, 15h


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem