Banner 1

 


No dia em que Baía Formosa celebrava os 144 anos de resistência de seu povo à tentativa de invasão da então vila de pescadores pelo fazendeiro João de Cunhaú, a governadora Fátima Bezerra visitou o município e anunciou a construção de um monumento em homenagem ao surfista Ítalo Ferreira, medalhista de ouro na Olimpíada de Tóquio.

A escultura, de cinco metros de altura, idealizada pelo escultor Guaracy Gabriel, será erguida na Praia do Pontal, local onde Ítalo surfou as primeiras ondas numa prancha de madeira.

"Em nome do povo potiguar, estamos aqui para anunciar a homenagem ao menino de origem pobre, nascido neste chão, pela história de vida, de trajetória de superação. Esta escultura vai eternizar o feito extraordinário, do primeiro ouro olímpico no surfe", disse a governadora, que estava acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, e dos secretários Ana Maria Costa (Turismo) e Coronel Francisco Araújo (Segurança) e da prefeita de Baía Formosa, Camila Veras de Melo.

"Esta escultura é uma devolução da emoção que Ítalo nos proporcionou. Ela representa um pouquinho da luta, da vitória de um campeão. O feito de Ítalo foi enorme", disse o artista plástico Guaracy, ao mostrar uma réplica em miniatura no local onde a escultura será erguida.

Aniversariante do dia, Luizinho Ferreira de Souza, pai do surfista, agradeceu a homenagem e falou da importância do Instituto Ítalo Ferreira, que vai funcionar na casa onde morava Maria Batista da Costa, Dona Mariquinha, a quem o campeão dedicou a medalha de ouro olímpica, conquistada no último dia 27, no Japão. "Ele não teve as condições que gostaríamos que tivesse, uma prancha nova, mas foi da tampa de isopor ao ouro olímpico e nós agradecemos a todos pela corrente positiva."

A criação do instituto, acreditam seus idealizadores, dará oportunidade para as crianças do município que veem no Surfe, inspiradas no ídolo, a possibilidade de ter uma vida melhor através do esporte. Além do fomento ao esporte, sendo o surfe o principal pilar, o Instituto Ítalo Ferreira também terá reforço educacional - além de cursos de idiomas como inglês e espanhol - e vai enfatizar projetos de sustentabilidade.

Atual campeão do mundo pela WSL – Liga Mundial – e primeiro ouro olímpico da modalidade, Ítalo Ferreira é, aos 27 anos de idade, o maior ídolo da garotada de Baía Formosa, cidade que nos anos 1970 foi descoberta por surfistas potiguares e paraibanos.   

Situado na divisa com a Paraíba, no Litoral Sul do Rio Grande do Norte, a 94 km de Natal, Baía Formosa tem pouco mais de 9 mil habitantes. A economia do município é baseada na pesca, no plantio e beneficiamento da cana de açúcar, através da Usina Vale Verde, que gera 2 mil empregos diretos, com apoio do Proedi, além do turismo e da cultura do surfe. 

Reconhecida como uma cidade dotada de riquezas naturais imensuráveis, com 25 quilômetros de belas praias, grande parte quase deserta, além de possuir o maior remanescente de mata atlântica sobre dunas do Brasil, a Mata Estrela, Baía Formosa ainda é uma cidade pacata. O fluxo de turistas na cidade aumentou desde a conquista de Ítalo no Japão.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem