Banner 1

 

As receitas da Prefeitura de Mossoró cresceram mais de 17% no primeiro semestre do governo Allyson Bezerra, em comparação com o último primeiro semestre da gestão Rosalba Ciarlini.

De acordo com dados do Portal da Transparência, nos seis primeiros meses de 2021, Mossoró arrecadou R$ 426.952.331,85, frente os R$ 364.279.488,08 registrados de janeiro a junho de 2020, crescimento de 17,2 % ou R$ 62.672.843,77 a mais.

As maiores elevações brutas foram registradas nas seguintes fontes: Receitas de Impostos e de Transferência de Impostos – Educação (R$ 16.769.112,11), Recursos de Operações de Crédito (R$ 15.506.072,93), Outras Transferências de Convênios ou Contratos de Repasse da União (R$ 13.986.917,58), Transferências do FUNDEB 60% (R$ 9.044.515,47) e Recursos Ordinários (6.443.135,00).

Já as fontes que registram maiores reduções foram: Transferências Fundo a Fundo de Recursos do SUS provenientes do Governo Federal – Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde (- R$ 10.630.915,44), Transferência de Recursos do Fundo Nacional de Assistência Social – FNAS (- R$ 2.798.786,57), Transferências Fundo a Fundo de Recursos do SUS provenientes do Governo Estadual (- R$ 2.015.249,38), Recursos Vinculados ao Trânsito (- R$ 1.978.390,35) e Transferência do Salário-Educação (- R$ 166.978,27).

Na quarta-feira (21), o Portal da Transparência aponta que a Prefeitura de Mossoró já arrecadou R$ 464.219.402,13, 73,20% dos R$ 634.160.635,00 previstos para todo o ano de 2021.


Portal Do Oeste


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem