Banner 1

 


Do Blog do Barreto

A Governadora Fátima Bezerra (PT) se viu envolvida em uma polêmica após as declarações do Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), que admitiu, em entrevista ao jornalista Pedro Bial, ser homossexual e estar sofrendo ataques e perseguições por conta disso.

A declaração de Eduardo repercutiu nas redes sociais e muitas pessoas começaram a apontar que ele teria sido o primeiro governador brasileiro a assumir sua homossexualidade.

Muitos internautas, porém, questionaram se não seria Fátima Bezerra era quem deveria ostentar tal título, uma vez que há muitas décadas a Chefe do Executivo Estadual potiguar vinha exercendo cargos públicos sem nunca ter escondido sua sexualidade e nem deixado de defender os direitos da comunidade LGBTQIA+.

Dentre as principais manifestações, destaca-se a do ex-deputado federal e ativista da causa LGBTQIA+, Jean Wyllys (PT) que afirmou em uma rede social: “Que destaque foi dado por essa mesma imprensa ao fato de Fátima Bezerra (PT-RN), governadora do RN e aliada desde sempre da comunidade LGBTQ, ser lésbica? Nenhum. Mas decidem fazer uma festa com  a ‘revelação tardia’ do governador, feito sob medida num programa da TV Globo”.

A sequência de mensagens do ex-deputado criticando as posturas de Eduardo Leite e ressaltando a coerência de Fátima diante das lutas LGBTQIA+ viralizou nas redes sociais e promoveu muitos debates acerca da sexualidade da Governadora do RN.

Governadora se pronuncia no twitter

Sempre muito discreta e reservada em relação a sua vida pessoal, a Governadora Fátima Bezerra se pronunciou sobre a polêmica em torno de sua sexualidade através de uma série de tweets. Ela afirmou:

“Na minha vida pública ou privada nunca existiram armários. Sempre demarquei minhas posições através da minha atuação política, sem jamais me omitir na luta contra o machismo, o racismo, a LGBTfobia e qualquer outro tipo de opressão e de violência”.

A Governadora também aproveitou para saudar a iniciativa de Eduardo Leite e se solidarizar com ele pelos ataques sofridos: “O Governador Eduardo Leite fez um gesto importante e tem minha solidariedade por ataques que venha a sofrer em razão de sua declaração. Eu sei o que é a dor da discriminação e do preconceito”, destacou.

Após a sequência de postagens, a Governador Fátima Bezerra foi muito elogiada por apoiadores e correligionários que destacaram a importância das declarações da maior autoridade política do RN na luta contra a LGBTfobia.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem