Banner 1

 

Buscando evitar o desperdício de vacina em Mossoró, que de acordo com os números divulgados na imprensa já chega ao número de 2.300 unidades, o vereador Professor Francisco Carlos (PP), propõe, via Projeto de Lei, que essa sobra seja utilizada na vacinação de pessoas acima de 18 anos. Lembra o vereador que esse não é um problema exclusivo de Mossoró. Já foram registradas sobras em vários municípios do Brasil, e já começam a adotar medidas para o seu melhor aproveitamento.

Como exemplo, Francisco Carlos citou o município de São Paulo, que já aproveita as sobras. “Utilizando um termo bem paulista para aproveitamento das sobras do final de feira, eles batizaram a utilização das sobras como sendo a Xepa das Vacinas”, explicou.

Além de São Paulo, as cidades de Belo Horizonte e Recife também adotaram o mesmo sistema e, mais recentemente, a Câmara Municipal de Natal aprovou projeto nesse sentido. De acordo com o vereador, o seu projeto tem recebido apoio da sociedade mossoroense e espera que os vereadores façam o mesmo, aprovando a matéria em regime de urgência.

De acordo com o vereador, esse Projeto não interfere no Programa Nacional de Imunização. Pelo contrário, reforça ao disponibilizar para qualquer pessoa acima de 18 anos. E traz transparência para o uso das sobras, que, entende Francisco Carlos, também seja esse o interesse da Prefeitura.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem