Banner 1

 


As secretarias estadual e municipais de Saúde aprovaram, nesta quarta-feira (9), a vacinação do público abaixo dos 60 anos sem comorbidades contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte.

A reunião da Comissão Intergestores de Bipartite aconteceu durante a manhã e aprovou a destinação de 50% das doses que chegarem ao estado para vacinação do público geral, fora dos grupos prioritários do plano nacional de imunização.

A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde. Segundo a pasta, o avanço imediato para atender as faixas etárias sem comorbidades será simultâneo à vacinação dos grupos prioritários.

“Este é um marco muito importante diante do momento epidemiológico que o Brasil está vivenciando, no qual temos o aumento da mortalidade das pessoas mais jovens e não podemos nos furtar de avançar na vacinação dessas pessoas”, disse Lyane Ramalho, subsecretária de Gestão e Planejamento da Sesap.

Já partir da próxima remessa - chegam 59.250 doses da AstraZeneca-Oxford na madrugada de quinta-feira (9) - será feita uma divisão de 50% para o avanço em faixa etária e 50% em grupos prioritários, incluindo a cota para trabalhadores da educação.

“Temos ainda grupos prioritários que precisam ser vacinados. Municípios menores já conseguiram concluir a vacinação dos grupos prioritários e poderão avançar com maior rapidez para vacinação exclusiva por faixa etária”, pontuou Lyane.

A presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Maria Eliza Garcia, considerou a decisão um avanço importante. "A partir dessa semana, na chegada de vacinas, teremos a inclusão de 50% da quantidade para a faixa etária de 59 anos, decrescendo. Essa é uma grande evolução para nós que fazemos a vacinação, enquanto municípios", afirmou.

Lactantes são incluídas nas prioiridades

A reunião também aprovou a inclusão de mulheres lactantes com crianças de até 6 meses de idade no grupo prioritário para imunização contra a Covid-19. Segundo Maria Eliza, o grupo também será incluído no dia 'D' de vacinação de grávidas, previsto para o próximo sábado, dia 12.

Ainda de acordo com a presidente do Cosems, o estado também vai passar a receber vacinas da Jansem a partir desta semana, que tem dose única e será usada prioritariamente na vacinação de trabalhadores da educação e caminhoneiros.

G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem