Banner 1

 


O ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse na noite de 2ª feira (31.mai.2021) que ainda não foi confirmado que o Brasil será a sede oficial da Copa América de futebol. Em entrevista no Palácio do Planalto, em Brasília, Ramos falou que uma reunião será realizada nesta 3ª feira (1º.jun) para bater o martelo sobre o tema.

“Até agora não há documento firmado. Apenas essas tratativas”, falou. “Não tem nada certo, quero pontuar de uma forma bem clara. Estamos no meio do processo. Mas não vamos nos furtar de uma demanda, caso seja possível, de atender”, declarou.

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), no entanto, já divulgou em suas redes sociais que o Brasil será sede do evento. A Argentina creditou sua desistência de receber o campeonato ao crescimento do número de casos de covid-19. A Colômbia, à instabilidade política no país.

A decisão de realizar o evento no Brasil repercutiu negativamente em parte do público ao longo do dia. Internautas fizeram uma série de memes criticando a decisão. Jornalistas esportivos do Grupo Globo também se manifestaram contra a medida.

“Vi críticas de por que o Brasil vai sediar a Copa América durante a pandemia. Foi uma demanda via CBF [Confederação Brasileira de Futebol]. Estamos numa pandemia, mas o Campeonato Brasileiro tem 20 times na Série A e 20 na Série B. Então, estão ocorrendo jogos”, afirmou. “Em relação à Copa América, não sei o motivo de algumas pessoas se manifestarem contra se outros jogos continuam acontecendo”, disse o ministro.

Segundo Ramos, se o torneio for realmente feito no Brasil, os jogos serão realizados sem público. Cada delegação contará com, no máximo, 65 pessoas. E todos os jogadores estarão vacinados. O torneio deve começar em 11 de junho de 2021. O SBT deve transmitir todos os jogos na TV aberta.

Em nota, o Ministério da Casa Civil informou que uma reunião foi realizada na noite desta 2ª feira (31.mai) com representantes de vários ministérios e o presidente da CBF para que os detalhes da proposta de realização do torneio no Brasil fossem apresentados.

Leia a íntegra da nota da Casa Civil:

“Em reunião nesta segunda-feira (31/05), na Casa Civil, com representantes de vários ministérios, entre eles da Saúde; Infraestrutura; e Justiça, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, forneceu detalhes sobre a proposta de realização da Copa América de Futebol 2021 no Brasil.

Segundo a CBF, serão 10 delegações de, no máximo, 65 pessoas cada. Os jogos ocorrerão sem público, com todos os integrantes das delegações vacinados contra a Covid19.

Por tratar-se de evento de natureza privada, a escolha das sedes será negociada pela CBF junto aos Estados e municípios que se propuserem a receber os jogos.

Até o momento, não foi enviado pela CBF ao Governo Federal pedido oficial de realização do evento no Brasil.”

Poder 360


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem