Banner 1

 

A Prefeitura Municipal de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Juventude (SMDSJ), lança nesta sexta-feira, 7, a campanha 18 de maio a nível municipal. O evento ocorrer a partir das 09 horas na sede do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), localizado na Rua Estirão do Equador, no bairro Abolição IV. A abertura oficial da campanha será de forma remota, via rede social da Prefeitura Municipal de Mossoró, com participação dos gestores representantes do município.

Será realizado um leque de ações em prol da Campanha, tendo como agentes multiplicadores toda a rede do Desenvolvimento Social (CREAS, CRAS, CRM, Plantão Social, UCF´S), Conselhos Tutelares, COMDICA, equipamentos vinculados a Secretaria Municipal da Educação e Desporto e Secretaria Municipal da Saúde, Vara da Infância e Juventude, Promotoria de Justiça, Universidades, além da Guarda Civil Municipal, Rodoviária Federal.  

“A Prefeitura Municipal de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Juventude, realizará no mês de maio um leque de ações da campanha 18 de maio. A campanha acontece em nível nacional contra o abuso e violência sexual contra crianças e adolescentes. A gente destaca que dentro do leque de ações que iremos realizar durante todo o mês de maio. Nós teremos diversos parceiros para a execução dessas ações como o Conselho Tutelar, o CREAS, o CRAS, que são os outros equipamentos ligados a assistência social do município, a Guarda Civil Municipal, o Ministério Público”, destacou Laura Pollyanna, coordenadora do CREAS.

Serão realizadas ações de abordagem na rua diurno e noturno (mercados, Vuco Vuco, Cobal, supermercados, UBS, postos de combustível) e rondas em casas de drinks, motéis, hotéis, bares e demais pontos estratégicos de prostituição, realização de live, divulgação da campanha em outdoor físico e ou eletrônico. Tais ações visam a explanação sobre a violência sexual contra crianças e adolescentes, fatores de risco, e formas de encaminhamento e denúncia.

“Dentre as ações queremos destacar a questão da abordagem social junto a bares, postos de combustíveis, casas de drinks, no sentido de orientar aos proprietários no que concerne a questão do combate ao abuso da exploração sexual de crianças e adolescentes”, disse ressaltando que essas abordagens terão apoio de forças de segurança e conselhos tutelares. “as abordagens sociais serão feitas em articulação em parceria com os conselhos tutelares de Mossoró, Polícia, com a Guarda Civil Municipal, com a equipe da Patrulha Maria da Penha”.

O dia 18 de maio foi instituído, pela Lei Federal nº 9.970/00 como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.  A data foi escolhida por ser o dia da morte da menina Araceli Santos, vítima de sequestro, estupro e assassinato em 1973, em Vitória, Espírito Santo. A menina que tinha oito anos foi espancada, violentada e assassinada e os culpados pelo crime não foram punidos.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem