Banner 1

 

A administração de Allyson Bezerra, do Solidariedade, citou oficialmente a gestão da ex-prefeita Rosalba Ciarlini, do PP, para que informe o destino de documentos oficiais da gestão municipal, relacionada a retomada do terreno da Porcellanati para o patrimônio municipal.

O atual secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Mossoró, Franklin Figueira, encontrou cópias (página 02 a 58) do processo de reversão de doação do terreno a Porcellanati Revestimentos Cerâmicos Ltda, número 2015/035.

O processo de retomada do terreno havia sido iniciado porque a Itagrês, dona da Porcellanati, apesar de ter recebido terreno de graça, água, luz, gás, empréstimo de dezenas de milhões, isenção de imposto por  dez anos, nunca gerou, de forma sustentável, os empregos que assumiu que iria gerar.

Pelo contrário, ao longo de quase duas décadas, a estrutura da Porcellanati só serviu para, eleição após eleição, ser usada pelo grupo liderado pela ex-prefeito Rosalba Ciarlini Rosado pedir votos, como ocorreu no período que antecedeu a eleição de 2018 e também 2020.

Nesta época (pré-campanha de 2018), prometeu reabrir e se formou uma fila gigantesca na secretaria de pessoas desempregadas de toda a região para fazer cadastro. Na verdade, humilharam as pessoas e nunca a fábrica foi reaberta. A estrutura nunca teve viabilidade para ser aberta. Está sob judicie.

O que se tem conhecimento é que o processo original da retomada do terreno da Porcellanati sumiu na gestão Rosalba, quando o secretário de Desenvolvimento Econômico era Jerônimo Lahyre de Melo Rosado Neto, ficando para trás apenas cópias da página 02 a 58 do processo.

Diante dos fatos, concretos, o atual secretário Franklin Alves Filgueira, solicitou o encaminhamento de informações, em 48 horas, de onde se encontra o processo de número 2015/035, que trata da retomada da propriedade para o patrimônio público municipal.

O documento informa ainda o processo 2015/035 “deveria estar na secretaria em 25 de outubro de 2018, época em que vossa senhora era o respetivo secretário, no entanto, não foi possível localizar o referido processo”, informa o documento.

O ex-secretário Lahyrrinho constou que recebeu o pedido de informações às 12h do dia 27 de maio de 2021.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem