Banner 1

 


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a conta de luz este mês de maio terá bandeira vermelha 1, isso significa que será cobrada uma taxa adicional mais alta, de R$ 4,169 para cada 100 kWh.

Em abril, estava em vigor a bandeira amarela que representa R$ 1,34 a mais a cada 100 kWh. Segundo a Aneel, o "agravamento" da bandeira tem relação com a época do ano, já que o mês de maio marca o início da estação seca em boa parte do país.

Os reservatórios das principais usinas hidrelétricas do país já estão baixos, mesmo ao fim da temporada de chuvas. O cenário, diz a agência, sinaliza um "patamar desfavorável de produção" de eletricidade, quanto menos água guardada, maior a necessidade de acionamento das termelétricas, que são mais caras.

Sistema de bandeiras

O sistema de bandeiras foi implantado em janeiro de 2015 com a finalidade de sinalizar para o consumidor o custo real da energia gerada mensalmente, desestimulando com isso o desperdício. Dependendo do cenário hidrológico, a agência pode manter a bandeira verde, sem adicional tarifário para o consumidor, ou optar entre as bandeiras amarela (R$1,343 a cada 100 kWh) ou vermelha patamar 1 (R$ R$4,169) e patamar 2 (R$6,243).

Com informações do G1


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem