Banner 1

 


A Prefeitura de Mossoró removeu, na noite de terça-feira (20), barracas irregulares e desocupadas que estavam atrapalhando atrapalhando o trabalho dos lojistas, segundo a prefeitura.

A ação partiu da solicitação de lojistas da feira e por esses motivos, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo iniciou a retirada de boxes que teriam sido colocados irregularmente na virada do ano. 

Ao menos, 15 barracas irregulares precisaram ser retiradas. A direção do Vuco-Vuco explicou que elas não fazem parte da estrutura do "shopping popular", o que fez necessário o trabalho de remoção de barracas. Lojistas que já atuam no local explicam que a situação estava ficando incontrolável.

Os pontos foram edificados em rampas de acessibilidade e em áreas de acesso ao consumidores e frequentadores do local. Os comerciantes relatam ainda que os pontos estavam fechados e, em muitos casos, utilizados para a especulação e venda.

Em contato com a reportagem do Portal Mossoró Hoje, um dos lojistas disse que os pontos irregulares, inclusive, estavam atrapalhando a circulação de pessoas e até mesmo o sistema de esgotamento sanitário.

Segundo informou a Secretaria de Meio Ambiente, desde janeiro os responsáveis pelos pontos irregulares foram notificados e, mesmo ciente da irregularidade, aproveitaram a virada do ano para montar os pontos na intenção de especular depois.

Apesar dos motivos alegados pela PMM, a ação surpreendeu pequenos comerciantes que negaram que receberam comunicação prévia. Ainda segundo os comerciantes, os agentes de segurança envolvidos na operação tentaram impedir a gravação de imagens, mas eles usaram câmeras dos celulares e registram a operação.

Testemunhas afirmam que houve reclamação, gritos e revolta. 

O vereador Francisco Carlos (Progressistas) criticou a ação da PMM.

“Impactante o momento e a forma da escolhida pela Prefeitura de Mossoró para retirar comerciantes da praça do Vuco-vuco, criada p/ essa finalidade. À noite, véspera de feriado, sem notificação prévia, em plena pandemia, foram mobilizados dezenas de servidores públicos, envolvendo grande aparato policial, para retirada abrupta de comerciantes da praça do Vuco-Vuco”, escreveu......

Diante da repercussão, a Secretaria do Meio Ambiente divulgou uma nota justificando a ação. Leia a nota na íntegra:

NOTA À IMPRENSA

Secretaria melhora organização no Vuco Vuco 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo concluiu a operação de remoção de boxes irregulares e outros "esqueletos" de boxes, colocados em 2021 no Mercado do Vuco Vuco. 

Alguns, inclusive, bloqueavam calçadas, acesso a rampas para pessoas com deficiência e sistema de esgotamento sanitário.

Portanto, a remoção garante acessibilidade, melhora a circulação de pessoas e a organização do mercado, entre outros benefícios.

A secretaria já havia notificado responsáveis para retirada das barracas fora do padrão, que, contudo, continuavam a se multiplicar. 

Os boxes foram colocados na virada do ano novo, e alguns estavam sendo vendidos. Usar o patrimônio público para venda é ilegal.

A operação também atendeu apelo dos comerciantes do Vuco Vuco que trabalham há anos no mercado de maneira legalizada.

Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo

Brenno Queiroga - Secretário


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem