Banner 1

 


O mundo atingiu neste sábado (17.abr.2021) a marca de 3 milhões de mortes por covid-19. A região mais afetada pela pandemia é a Europa, com quase um milhão de mortes por Covid-19. Em seguida vem a América do Norte (829 mil) e América do Sul (611 mil).

O número foi alcançado cerca de 3 meses depois do registro de 2 milhões de mortes, em 14 de janeiro. A marca de 1 milhão foi registrada em 28 de setembro.

Os 10 países com mais mortes são:

Estados Unidos: 566 mil

Brasil: 368 mil

México: 211 mil

Índia: 175 mil

Reino Unido: 127 mil

Itália: 116 mil

Rússia: 103 mil

França: 100 mil

Alemanha: 79.000

Espanha: 76.000

Europa e América do Norte, apesar de serem as regiões mais afetadas, vêem o número de mortes diárias recuar. A América do Sul, por outro lado, se tornou a que mais acumula mortes por milhão de habitantes, segundo o Our World in Data.

O número diário de mortes na América do Sul subiu de 1.700 em meados de fevereiro para mais de 4.200 atualmente. O Brasil é responsável por mais de 70% das novas mortes por covid-19 na região.

O Ministério de Saúde confirmou mais 3.305 mortes por covid-19 e 85.774 novos casos da doença nessa 6ª feira (16.abr.2021). O país tem agora 13.832.455 infectados e 368.749 vítimas.

A média de novas mortes confirmadas caiu pelo 4º dia seguido e está em 2.862. É o menor patamar desde a 5ª feira anterior (8.abr), quando a curva chegou a 2.820.

O Brasil tem 1.729 mortes por milhão de habitantes. Apenas o Maranhão tem taxa inferior a 1.000 mortos por milhão.

Poder 360



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem