Banner 1

 


Por Gomes Sobrinho no Rede News 360

O deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), atual presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (AL/RN), se vê ameaçado de desocupar a cadeira maior daquele poder parlamentar. Isto porque o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) protocolou Ação Direta de Constitucionalidade junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido de suspensão das sucessivas eleições, de poderes legislativos em 8 Estados da federação e entre este se encontra o RN. E isto acontecendo, o citado político, que em verdade está a se perpetuar no poder é atingido.

Trata-se de algo de certa forma absurda, a permanência de uma pessoa à frente de uma entidade tão importante, haja vista a força que passa a exercer. Se torna influente por demais, fica a ditar normas em qualquer pleito a acontecer naquela casa. O cargo por ele exercido, é de fundamental importância para decidir qualquer votação. E isto é fato. Uma demonstração de sua pujança, recentemente foi a de se lançar candidato a Senador da República nas próximas eleições, só vindo a desistir depois de uma roda de debates e ele negociou a saída a deputado federal.

O cargo de presidente é tão decisivo que, já se comenta existir acordo entre o deputado Ezequiel Ferreira e o deputado Gustavo Carvalho (PSDB), onde o segundo apoiaria o primeiro na sua pretensão de chegar à Câmara baixa do País. Em contrapartida, o primeiro retribuiria ao segundo, como uma espécie de mão amiga, alçando-o à presidência da AL/RN em 2023.  É o chamado ‘jogo bruto da política’ onde tudo é traçado sem que o povo seja consultado.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem