Banner 1

 


Já começa a valer nesta segunda-feira (29) um aumento em torno de 20% da água mineral no Rio Grande do Norte. Estima-se que, com esse aumento, o valor do garrafão fique entre R$7 e R$12 para o consumidor final.

“A indústria da água mineral está há mais de um ano sem ter aumento de preço em função do cenário de pandemia que estamos vivendo. Mas de quatro meses para cá, uma situação em especial começou a impactar de forma contundente no nosso dia a dia: os sucessivos, sequenciais e cumulativos aumentos das resinas”, argumenta Roberto Serquiz, presidente do Sindicato da Indústria de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte (SICRAMIRN).

Segundo empresários do setor, o custo do garrafão de 20L, principal embalagem do setor produtivo da água mineral, passou de R$8 para R$17 em apenas meses, o que representa mais de 100% de aumento.

Como se não bastasse, todos os outros insumos que têm a resina como matéria prima tiveram aumento estimado em 70%.

Ainda segundo Serquiz, o aumento de 20% no preço da água mineral ainda não será suficiente para cobrir todos os custos da cadeia produtiva, mas “já dá um fôlego aos empresários, para que possam se manter sustentáveis e continuar buscando a melhoria contínua do produto”.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem