Banner 1

Nesta segunda-feira, o principal índice da bolsa registrou queda de 3,98%, a 110.611 pontos.

A bolsa de valores brasileira, a B3, fechou em forte queda nesta segunda-feira (8), em meio a movimentos de realização de lucros e um quadro ainda preocupante sobre a Covid-19 no país.

O movimento negativo foi acentuado depois que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anulou todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato. Com a decisão, o ex-presidente Lula recupera os direitos políticos e deixa de ser inelegível.

O Ibovespa caiu 3,98%, a 110.611 pontos. Veja mais cotações.

O dólar teve forte alta, de 1,70%, e cotado a R$ 5,7788. O dólar turismo chegou a R$ 6,0436.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou em alta de 2,23%, aos 115. 202 pontos. Com o resultado, o Ibovespa acumula no mês uma alta de 0,54%. No ano, a queda é de 7,04%.

 

Cenário

Na visão da Guide Investimentos, o quadro sanitário em estado crítico toma a frente do noticiário em Brasília, ofuscando a expectativa com a aprovação da PEC Emergencial na Câmara dos Deputados na quarta-feira.

"A intensificação da pandemia leva cada vez mais políticos a adotarem medidas drásticas de contenção do vírus", observou a equipe da corretora em nota a clientes.

Os economistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação para 2021 pela nona semana seguida e também passaram prever uma alta menor do Produto Interno Bruto (PIB).

Para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, a expectativa do mercado para este ano passou de 3,87% para 3,98%, acima da meta central deste ano, de 3,75%. Os economistas do mercado financeiro reduziram a estimativa para a alta do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,29% para 3,26% na semana passada.

O mercado financeiro também segue prevendo que o processo de alta dos juros básicos da economia, fixados pelo BC para controlar a inflação, começará em meados de março, na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

A projeção para a taxa de câmbio no fim de 2021 subiu de R$ 5,10 para R$ 5,15. Para o fechamento de 2022, avançou de R$ 5,03 para R$ 5,13 por dólar.

Os mercados esperam ainda pela PEC Emergencial, que será discutida na próxima terça-feira na Câmara, com possibilidade de ter sua admissibilidade analisada, para então ter o mérito votado em dois turnos no plenário da Casa na quarta, afirmou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

A proposta prevê uma série de medidas que podem ser adotadas em caso de descumprimento do teto de gastos, regra que limita o aumento dos gastos da União à inflação do ano anterior. O texto também viabiliza a retomada do Auxílio Emergencial.

No exterior, o mercado de títulos norte-americano tende a continuar no radar dos agentes financeiros, em meio a preocupações com a inflação e juros, com sinais de recuperação da economia combinados com estímulos fiscais expressivos nos Estados Unidos.

O Senado dos EUA aprovou no sábado o plano de alívio do presidente Joe Biden contra os efeitos do coronavírus no valor de US$ 1,9 trilhão.


Variação do Ibovespa em 2021 — Foto: G1 Economia 


*G1

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem