Banner 1

 


UMA ODE À FAMÍLIA. 

Por Zeza Mendes


Alguém certa vez fez uma ode à família.

Talvez quisesse apenas mostrar o seu amor por seus familiares.

Quisesse dizer para seus pais e irmãos que os amava.

E que pelo cotidiano do existir, não encontrou o momento certo para tal.


Essa coisa de fazer parte e de pertencer a uma família é algo que as vezes parece inexplicável.

Num pequeno mundo composto por diferentes pessoas.

Um pai e uma mãe que se uniram porque simplesmente gostavam um do outro.

E dessa junção dos diferentes, o amor os tornam iguais. Fazendo surgir novas vidas.


Vidas semelhantes na sua condição humana, mas diferentes na sua natureza de ser.

E algo chamado família é constituído. Tendo no amor dos iguais a base de sua existência.

A beleza, a ternura, a felicidade dessa família, é percebida nas brincadeiras de suas crianças.

E aqueles que renegaram seus interesses pela felicidade de suas crianças, é revelado a cada dia.


Com o tempo, as crianças crescem e conhecem novos mundos e realidades.

Buscam suas conquistas, seus espaços, suas realizações.

Questionam a existência e a importância de tudo, inclusive daquilo que chamamos família.

E aqueles que foram unidos pelo simples fato de amar, ainda tentam fazer uma ode à família.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem