Banner 1

 


O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) foi eleito na segunda-feira (1º) presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional. O mandato é de dois anos.

O candidato era considerado o favorito na disputa, foi apadrinhado pelo seu antecessor Davi Alcolumbre (DEM-AP) e recebeu o apoio do presidente da República Jair Bolsonaro, assim como da maioria dos partidos no Senado.

“Não existem mais candidaturas, não existem mais divisões”, afirmou no discurso da vitória.

A eleição para a presidência das Casas Legislativas foi realizada nesta segunda-feira (1°) de forma presencial, apesar da pandemia de coronavírus.

Pacheco está no seu primeiro mandato como Senador, ele votou com o governo Federal em 92% das votações, segundo os dados do Radar do Congresso. A expectativa do Planalto é que com sua eleição pautas do governo avancem do Congresso Nacional.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem