Banner 1

A Prefeitura Municipal se reuniu na tarde de quinta-feira, 4, com dirigentes da Associação Cultural e Desportiva Potiguar. O encontro foi realizado no Salão dos Grandes Atos, no Palácio da Resistência, sede do poder executivo municipal.

O presidente do Potiguar de Mossoró, Benjamim Machado, agradeceu a atenção dada ao clube, destacando a abertura para o diálogo visando a busca por apoio para a participação do clube como representante local no campeonato estadual que se aproxima.

O prefeito Allyson Bezerra aproveitou o momento para confirmar o compromisso com o esporte. “Na semana passada, a nossa equipe econômica tornou pública uma dívida do Município contraída em gestões anteriores que ultrapassa os 850 milhões de reais. Diante disso, estamos lutando para equilibrar e pagar os débitos. Apesar das adversidades, das dificuldades encontradas no início da gestão, temos interesse em contribuir para o fortalecimento do nosso futebol”, disse o prefeito.

Prestes a estrear no Campeonato Potiguar, o clube também levantou a discussão acerca da possibilidade de disputar os jogos da competição no Estádio Manoel Leonardo Nogueira, o Nogueirão, atualmente interditado pela Justiça por conta de problemas estruturais relativos a acessibilidade. A questão da municipalização também foi tema do encontro e o prefeito aproveitou para falar sobre o processo.

“Essa semana mesmo, nós demos entrada no cartório para que de fato e de direito o Nogueirão seja do Município, trabalhando toda essa questão legal. Estamos trabalhando também para que acabe todo esse período de interdição, que o Potiguar possa jogar o campeonato estadual no nosso Nogueirão. É um trabalho que estamos fazendo tentando resolver esse problema que é histórico e antigo”, destacou o gestor municipal.

Neste sentido, a Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Esportes, sinalizou que está trabalhando nas tratativas que possibilitem a retomada dos jogos naquele espaço. “Estamos providenciando o processo de vistoria. É do nosso interesse que a liberação aconteça, cumprindo todas as exigências previstas pelas autoridades”, explanou o secretário Júnior Xavier.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem