Banner 1

 


O Brasil registrou na quinta-feira, 25, o seu pior dia da pandemia do novo coronavírus. Em 24 horas, o País registrou 1.582 óbitos, batendo o recorde desde o início da pandemia, segundo os dados do consórcio de veículos da imprensa. Até então, o recorde havia sido em julho, quando foram registrados 1.554 óbitos.

O total de vítimas até agora é de 251.661. Os dados ainda revelam que, na quinta, o Brasil apresentou sua maior média móvel de mortes em toda a pandemia, com 1.150 óbitos na semana, superando a média registrada na quarta, 29, (até então a maior), de 1.129 mortes. Com isso, já são 36 dias acima da média de mil mortes.

Ainda mais, foram registrados, segundo o consórcio da imprensa, 67.878 casos da Covid-19, aumentando para 10.393.886 o total de infectados desde o início da pandemia no Brasil.

Isso ocorre num momento em que diversos estados e municípios sofrem com a falta de vacinas para continuar a imunização contra a Covid-19, e diversos estados, como os do Sul, estão à beira do colapso em suas unidades de saúde.

Brasil 247




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem