Banner 1


Em assembleia virtual realizada na terça-feira (26), servidores públicos municipais deliberaram que aguardarão até a primeira quinzena de fevereiro por um posicionamento concreto da Prefeitura Municipal de Mossoró quanto ao pagamento dos salários atrasados deixados pela gestão anterior.

Segundo informações repassadas pelo prefeito Alysson Bezerra no final do ano passado, foram cancelados empenhos de mais de 78 milhões por parte da prefeita Rosalba Ciarlini, o que tem impedido que se possa pagar vários direitos dos servidores em 2020.

Na reunião realizada na última sexta-feira (22) Alysson, juntamente com parte do seu secretariado e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), informou que para se chegar a uma data de pagamento dos salários devidos tem que haver um novo empenho da dívida e se fazer um levantamento do impacto financeiro, mas não definiu quando estes dados serão apresentados.

“O servidor está impaciente, mas, compreendendo as dificuldades iniciais da gestão, definiu em assembleia um prazo até razoável para que o prefeito e sua equipe busquem as formas mais urgentes para sanar este problema. Até a primeira quinzena de fevereiro, esperamos respostas concretas por parte do Executivo municipal”, comenta a diretora-financeira do Sindiserpum, Eliete Vieira, que está substituindo a presidente do sindicato, Marleide Cunha, acometida pela Covid-19.



 

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem