Banner 1

 


Em entrevista ao jornalista Cezar Alves, do Portal Mossoró Hoje, a Secretária de Saúde de Mossoró, Morgana Dantas, contou, resumidamente, o que a nova gestão tem encontrado nesses primeiros dias à frente da pasta.

Segundo ela, a saúde do município vinha sendo negligenciada. Afirmou que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), assim como as Unidades de Pronto Atendimento (UPA), estavam sucateadas.

“[Encontramos] dez unidades UBSs sem médicos. A zona rural é a mais prejudicada. A Maísa, que só tem uma unidade de saúde, não tem atendimento de urgência, então fica longe pra essas pessoas serem atendidas, assim como várias outras unidades da Zona Rural”, disse.

A secretária também lembrou que o Centro Especializado em Reabilitação (CER), inaugurado pela gestão anterior, não tem condições de funcionamento e ainda prejudicou o atendimento outras unidades da cidade, visto que profissionais foram retirados desses locais para atender no Centro, que encontra parado.

“O CER foi inaugurado, uma unidade de grande importância para a população, para a reabilitação, e esses estão sem atendimento, pois os profissionais foram tirados de onde eles atendiam anteriormente, no PAN ou em outras unidades, foram levados pra lá, porém sem energia, sem equipamentos adequados, sem número de funcionários para fazer esse atendimento aos nosso pacientes, que estão sem atendimento no momento”, explicou.

Dentre outros assuntos, a enfermeira ainda falou sobre o plano de vacinação contra a Covid-19, que está sendo elaborado na cidade, para atender a população assim que as vacinas chegarem.

Segundo ela, a intenção é fazer com que a vacina chegue a todas as pessoas dos grupos prioritários, incluindo aquelas que não podem sair de casa e se dirigir à um posto para receber a imunização.

Mossoró Hoje




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem