Banner 1

 


A reitora em exercício da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Profa. Fátima Raquel Morais, participou de agenda de trabalho com a secretária de Estado da Administração e Recursos Humanos, Virgínia Ferreira, na manhã de quarta-feira (27), e levou ao governo a necessidade de avanço em duas pautas importantes para a universidade: a implantação do plano de cargos, carreiras e salários dos servidores, e a autorização de novo concurso público para a instituição. A chefe de gabinete da Reitoria, Cicília Maia, também participou da reunião.

As duas pautas já haviam sido apresentadas pela reitora à governadora Fátima Bezerra, que determinou à Secretaria da Administração que constituísse comissão, com membros do governo e da universidade, para atualizar a discussão e definir encaminhamentos relacionados ao plano de cargos dos servidores. A universidade encaminhou ao governo os nomes dos seus representantes e aguarda o início dos trabalhos da comissão.

“Essa é uma pauta antiga dos servidores que já trouxemos ao governo e tivemos o compromisso da governadora Fátima Bezerra de colocar em estudo numa comissão especial, buscando alternativas para implementação do plano. Hoje viemos acompanhar junto à Sead o andamento deste ponto e ter uma previsão sobre o início dos trabalhos da comissão”, comentou a reitora Fátima Raquel.

Com um déficit salarial de mais de 100% em uma década, os servidores da universidade apostam na implantação do plano como forma de reparar parte dos danos provocados e garantir maior segurança ao corpo funcional da instituição.

A secretária Virgínia Ferreira garantiu celeridade para a constituição da comissão, por meio de portaria, e início dos trabalhos.

A autorização do governo para que a Uern inicie o planejamento de um novo concurso público para servidores docentes e técnicos-administrativos também foi uma pauta discutida na reunião. A Uern encaminhou ofício à Sead em agosto de 2019 apontando a necessidade da realização de novo concurso público para atender o preenchimento de vagas urgentes na universidade. O último concurso realizado pela Uern ocorreu em 2016.

“Acreditamos que em breve avançaremos neste ponto. A secretária Virgínia garantiu que é interesse do governo avançar nesta pauta e mostramos as razões pelas quais a Uern precisa deste novo concurso. É uma ação essencial para a manutenção da universidade”, comentou a chefe de gabinete da Reitoria, Cicília Maia.

AGENDA

A reitora Fátima Raquel esteve também na Secretaria de Planejamento buscando apoio  para liberação de recursos financeiros já previstos no orçamento da universidade. Os recursos são necessários para a execução de ações estruturais já previstas. Ela foi recebida pelo chefe de gabinete da Secretaria, Flaubert Torquato.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem