Banner 1

 

Mossoró e outros sete municípios potiguares serão alvos do inquérito Covid-19, uma espécie de mapeamento a ser feito por meio da aplicação de testes rápidos e um questionário. A iniciativa é da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), que anunciou a participação de 160 pesquisadores. O trabalho começa a partir desta sexta-feira, dia 08, nos municípios de Mossoró, Natal, Pau dos Ferros, Assu, João Câmara, Santa Cruz, Caicó, e São José de Mipibu.

Na Capital do Oeste, 2,3 mil domicílios serão visitados pelos pesquisadores entre os dias 8 e 10 deste mês, período referente ao primeiro de três ciclos anunciados pela Sesap. Os demais ciclos ocorrerão nos seguintes períodos: 15 a 17 de janeiro ( 2º ciclo ), 22 a 24 de janeiro ( 3º ciclo ). Cada ciclo abrangerá 2,3 mil domicílios.

Ao todo, o inquérito abrangerá 24 mil pessoas e aproximadamente 7 mil domicílios em oito regiões do estado. O objetivo é identificar o comportamento da Covid-19 e a sua disseminação.

Parceria

A Secretaria Municipal de Saúde é parceira da Sesap neste inquérito da Covid-19, já que, por meio dos agentes da Vigilância em Saúde, todos os testes que derem resultado positivo para a doença, serão levados ao conhecimento da saúde municipal que adotará as providências cabíveis que vão desde as orientações para isolamento até o encaminhamento para a rede primária de saúde e a depender da gravidade do caso, até fará o encaminhamento para os hospitais com leitos Covid.

Acionada para apoiar o mapeamento, a Vigilância em Saúde de Mossoró pede que a população atenda aos pesquisadores.

“Nós somos parceiros e acreditamos que este trabalho da SESAP tem grande importância. Então pedimos para a população mossoroense ajudar sendo receptiva e respondendo o questionário a ser aplicado. A testagem é gratuita e quem tiver resultado positivo contará com toda a atenção da saúde primária municipal”, disse Iranilde Campos, diretora da Vigilância em Saúde de Mossoró.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem