Banner 1

 


A Justiça do Rio de Janeiro aceitou denúncia apresentada pelo Ministério Público estadual e tornou réus os 11 denunciados pelo incêndio do Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo. A tragédia, ocorrida em 8 de fevereiro de 2019, matou 10 jovens das categorias de base do clube carioca.

A denúncia foi recebida pelo juiz Marcelo Laguna Duque Estrada, titular da 36ª Vara Criminal do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro).

Entre os réus está Eduardo Carvalho Bandeira de Mello, presidente do Flamengo na época do incêndio, iniciado após curto circuito num aparelho de ar-condicionado.

Os 11 denunciados vão responder à Justiça por incêndio culposo qualificado. Podem ser condenados a pena de 3 a 6 anos de prisão.

A denúncia foi oferecida à 36ª Vara Criminal da Capital e lista desde descumprimentos de normas técnicas, ocultação das condições estruturais do local, já que funcionava sem fiscalização do Corpo de Bombeiros, e a desobediência a sanções administrativas impostas.

O espaço onde ocorreu o incêndio passou por reformas em 2018, recebendo investimento de R$ 23 milhões. O alojamento onde os garotos dormiam, no entanto, era improvisado. A Prefeitura do Rio de Janeiro informou, em 2019, que o CT do Flamengo já havia recebido quase 30 autos de infração por estar funcionando sem o alvará necessário. O local recebia adolescentes de 14 a 16 anos para treinamento das categorias de base do Flamengo.

Em 2019, 8 pessoas foram investigadas pela Polícia Civil e denunciadas pelo MP-RJ por homicídio doloso eventual (quando o agente assume o risco de cometer o crime) e tentativa de homicídio.

NINHO DO URUBU

O Ninho do Urubu é considerado 1 dos mais modernos centros de treinamento da América Latina. O centro é utilizado para treinamento do elenco profissional e das categorias de base do Flamengo.

Antes do acidente, havia no local mais de 20 instalações, incluindo 1 módulo profissional, 2 campos, e 1 campo de treinamento para goleiro.

Poder360 



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem