Banner 1


A Câmara de Representantes dos Estados Unidos vota nesta quarta-feira (13) pela segunda vez o impeachment de Donald Trump.

Isto não significa que o presidente será afastado imediatamente, pois isto depende do Senado. O trâmite poderia continuar após a posse de Biden, no dia 20. A aprovação no Senado, neste caso, teria o efeito de deixá-lo inelegível.

Para afastar Trump da Casa Branca é preciso o voto de dois terços dos senadores. Para tanto, seria necessário que 17 senadores republicanos votem a favor da remoção. De acordo com o New York Times, os líderes republicanos da Câmara decidiram não fazer lobby para derrubar o pedido de impeachment. Para analistas, trata-se de um sinal de ruptura com o presidente, que luta para obter apoio em suas fileiras para a votação de amanhã.

No Senado, um grande aliado do presidente até a semana passada, o senador Mitch McConnell, líder republicano na Casa, se recusou a defender Trump contra o impeachment. Segundo o New York Times, que cita conversa com assessores próximos aos congressistas, pelo menos 12 senadores republicanos estariam pensando em apoiar o processo de destituição.

No entanto, segundo reportagem do site The Hill, parte dos legisladores republicanos ainda teme que um voto pelo impeachment possa prejudicar seus planos em futuras eleições primárias – a ação não seria bem vista pelos eleitores do presidente –, mesmo achando que Trump tem culpa pelo motim no capitólio.

Aliados do republicano reconhecem que seu poder político diminuiu, mas avaliam que um Trump enfraquecido ainda mantém uma enorme influência sobre os conservadores fora de Washington, com muitos acreditando nas mentiras divulgadas por ele de que a eleição foi roubada.

O site Politico noticiou hoje que a organização de republicanos Defending Democracy Together, que engloba grupos que fizeram campanha contra o presidente, prometeu arrecadar US$ 50 milhões (R$ 266 milhões) para ajudar legisladores do partido que votarem a favor do impeachment, informa o Estado de S.Paulo.

Brasil 247




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem