Banner 1

A UFRN informou que vai participar de uma reunião com as outras 68 universidades federais na quinta-feira (03) para tratar sobre o retorno presencial das aulas. Nesta quarta (02), o Ministério da Educação (MEC) determinou que instituições federais de ensino superior voltem às aulas presenciais a partir de 4 de janeiro de 2021.

Em nota enviada ao Agora RN, a UFRN afirmou que a reunião acontecerá por meio do Conselho Pleno da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). “O assunto será discutido e deliberado de forma conjunta”, diz o comunicado.

O IFRN informou à reportagem que a reitoria pro tempore fará uma reunião em breve para discutir a situação.

Decisão

Para o retorno, ficou estabelecido que as instituições adotem um “protocolo de biossegurança”, definido na Portaria MEC nº 572, de 1º de julho de 2020, contra a propagação da Covid-19.

O documento estabelece ainda a adoção de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais, que deverão ser “utilizados de forma complementar, em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”.

O texto da portaria diz, também, que as “práticas profissionais de estágios ou as que exijam laboratórios especializados, a aplicação da excepcionalidade”, devem obedecer as Diretrizes Nacionais Curriculares aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), “ficando vedada a aplicação da excepcionalidade aos cursos que não estejam disciplinados pelo CNE”.

Especificamente para o curso de medicina, “fica autorizada a excepcionalidade apenas às disciplinas teórico-cognitivas do primeiro ao quarto ano do curso, conforme disciplinado pelo CNE”.

Agora RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem