Banner 1

 


A Patrulha Maria da Penha, recentemente instituída como uma das ações da Guarda Civil Municipal, ganhou um reforço que deve potencializar a operacionalização das atividades no município. Na manhã de segunda-feira (21) a Prefeita Rosalba Ciarlini realizou a entrega de 12 armas do tipo eletrochoque que serão usadas pelo efetivo da patrulha.

“Estamos tendo a satisfação de encerrar a gestão realizando ações importantes em todos os setores da administração municipal e não seria diferente com a área da Segurança Pública. Estamos entregando a Guarda Civil Municipal instrumentos que permitirão aos agentes realizarem o trabalho de forma ainda mais segura”, disse a prefeita Rosalba Ciarlini.

A solenidade aconteceu no Palácio da Resistência e contou com a participação do secretário municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito, Cel. Sócrates Vieira, do comandante da GCM, Rudrigo Carvalho e guardas municipais que estão atuando na Patrulha Maria da Penha.

“Essa é de fato a gestão que mais realizou na área da segurança pública municipal. Estamos satisfeitos por fazer parte de uma administração que sempre priorizou pelas condições de trabalho dos guardas municipais e estamos encerrando esse ciclo garantindo mais uma iniciativa que fará toda a diferença na operacionalização do trabalho ostensivo da guarda”, destacou o secretário de Segurança Pública.

“A chegada das armas de eletrochoque deixa o efetivo da Patrulha Maria da Penha ainda mais resguardado diante da diversidade ocorrência que nos deparamos nas ruas. São situações em que é comum encontrar o agressor com perfil de extrema violência e se faz necessário estarmos equipados com itens que favoreçam a nossa integridade física”, completou Jamille Silva, coordenadora da Patrulha Maria da Penha.

CERTIFICADOS – Na mesma solenidade a prefeita Rosalba Ciarlini realizou a entrega de certificados de conclusão da capacitação da Patrulha Maria da Penha. O curso foi ministrado abordando conteúdos teóricos e práticos que prepararam 100 agentes para atender as ocorrências de violência doméstica com o total de 100 horas.




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem