Banner 1

 


Desde o início da pandemia até o mês de outubro, em 76 mil domicílios potiguares, algum morador conseguiu um empréstimo.

Em setembro, moradores de 69 mil lares do estado haviam conseguido crédito. Isso representa um crescimento de 10% em um mês.

No Nordeste, moradores de 1,3 milhão de domicílios pediram dinheiro emprestado desde o início da pandemia. No Brasil, esse número é de 5,2 milhões de domicílios. Ambos apresentaram crescimento de cerca de 11% em outubro.

Os bancos e financeiras foram a principal fonte dos empréstimos no estado potiguar: 86% dos domicílios recorreram a essas instituições.

Em 12% dos lares, pessoas conseguiram dinheiro emprestado de parente ou amigo. Por fim, a fonte “outro local ou pessoa” emprestou dinheiro para 2% dos lares onde alguém solicitou.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem