Banner 1

 

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 14,2% em novembro, o maior nível desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Os dados são da edição mensal da Pnad Covid, pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta 4ª feira (23.dez.2020). 

O estudo aponta que o Brasil encerrou novembro com 14 milhões de desempregados. O aumento frente a maio, quando começou a série histórica, é de 38,6%. À época, eram 10,1 milhões no desemprego.

Em relação a outubro, quando o desemprego atingia 13,8 milhões, o crescimento foi de 2%.

A população ocupada, no entanto, teve crescimento. Subiu 0,6%, passando de 84,1 milhões para 84,7 milhões de pessoas. Pela 1ª vez, o contingente foi superior ao de maio (84,4 milhões).

FAIXA ETÁRIA

Os mais jovens (14 a 29 anos) são os mais afetados pelo desemprego. Para os que têm de 14 a 29 anos, o percentual é de 24,2%. No mês passado, o índice era de 23,7%.

A 2ª faixa etária mais atingida é das pessoas de 30 a 49 anos, com 10,8%, mesmo nível de outubro.

Poder 360



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem