Banner 1

 


O Consórcio Nordeste, grupo formado por governadores de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, enviou um ofício no fim da noite desta 3ª feira (22.dez.2020) ao ministro Eduardo Pazuello (Saúde) em que sugere a suspensão de todos os voos com origem ou destino no Reino Unido, Dinamarca, Holanda e Austrália. A carta foi revelada nesta 4ª (23.dez).

O pedido veio depois que uma nova mutação do coronavírus foi detectada na região metropolitana de Londres e nos outros 3 países mencionados pelo grupo. É possível que a nova mutação tenha tornado o vírus 70% mais contagioso, o que aumentaria a RT – taxa de transmissão do vírus – em até 0,4%. Esse aumento, no entanto, não significa maior letalidade. Em pronunciamento oficial, a OMS classificou a situação como alarmante.

“É com profunda preocupação que os governadores do Nordeste do Brasil recebemos a notícia de mutação do vírus causador da COVID-19 e da possibilidade que suas variantes sejam mais contagiosas e mais letais“, diz o Consórcio, em carta assinada pelo governador Wellington Dias (PT-PI), presidente do grupo.

“Vimos respeitosamente sugerir a imediata suspensão de todos os voos diretos com origem ou destino no Reino Unido, Dinamarca, Holanda e Austrália”, destacou o grupo.

Os governadores ainda sugeriram que o governo federal solicite quarentena para todos os passageiros que vierem dos demais países europeus e que, durante o período de isolamento, façam exames RT-PCR.

Poder 360



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem