Banner 1


Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), da Polícia Civil e da Polícia Militar foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (11), com o objetivo de combater o tráfico de drogas na cidade de Apodi.

Ao todo, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e outros sete, de busca e apreensão. Além do tráfico de drogas, o grupo é investigado pelo cometimento dos crimes de posse e porte ilegal de armas de fogo, associação para o tráfico de drogas e associação criminosa.

Durante o cumprimento dos mandados de prisão, o suspeito identificado como Antônio Irinaldo de Lima reagiu e efetuou disparos contra os policiais militares, acertando a mão de um dos PMs, de raspão. O policial foi levado para a unidade de saúde e passa bem.

Os PMs revidaram a agressão e alvejaram Antônio Irinaldo. Ele ainda chegou a ser socorrido pelos próprios policiais, mas não resistiu ao ferimento. O homem já tinha passagem pelo sistema prisional.

A operação foi batizada Contenção III e reforça a necessária atuação do Estado para reprimir o tráfico de drogas na região Oeste potiguar.

Um dos investigados é suspeito de continuar comandando o tráfico de drogas mesmo estando atualmente preso em uma unidade carcerária do Estado.

A operação Contenção III é continuação de outras duas operações com o mesmo nome deflagradas, respectivamente, em 6 de fevereiro e em 13 de fevereiro deste ano. O objetivo é combater a atuação de organizações criminosas na região Oeste.

A ação é fruto de uma investigação das Promotorias de Justiça de Apodi, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Delegacia de Polícia Civil de Apodi, e foi iniciada após a ocorrência de diversos atos de violência na região. Todos os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Apodi.

Mossoró Hoje




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem