Banner 1


Mossoró registrou pelo quinto mês seguido saldo positivo na geração de emprego formal após os cinco primeiros meses do ano ter saldo negativo de emprego com carteira assinada no município. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta quinta-feira, 26, pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, a Capital do Oeste teve 1.859 admissões contra 1.119 demissões. O saldo positivo foi de 740 vagas.

O resultado do décimo mês do ano é o segundo maior de 2020 no município. O maior saldo foi registrado no mês de agosto. Naquele mês, Mossoró criou 864 vagas de emprego formal. Foram 2.160 contratações ante 1.296 desligamentos no oitavo mês do ano.

Setembro tem a terceira maior marca do ano. O mês teve 1.940 admissões. Já o número de demissões ficou em 1.235. Saldo positivo de 705. O mês de julho teve 1.851 contratações e 1.181 demissões, com saldo positivo de 670 vagas. Por fim, junho teve saldo positivo de 625 vagas. Foram 1.840 registros de contratação e outros 1.215 de desligamentos.

QUEDAS

O Caged registrou queda na geração de emprego formal nos cinco primeiros meses em Mossoró. A maior redução foi registrada em abril. Este mês teve 574 admissões e 1.687 demissões. Saldo negativo de 1.113 vagas.

Outra grande queda foi verificada em fevereiro, antes da pandemia. O segundo mês do ano registrou 1.520 admissões contra 2.338 desligamentos. Saldo negativo na criação de postos de trabalho de 818. Maio teve queda de 690 vagas. Foram 896 contratações ante 1.586 demissões.

Janeiro e março registram as menores quedas. O primeiro teve registro de menos 436 vagas (1.472 admissões e 1.908 demissões). O último teve 1.311 contratações e 1.863 desligamentos. Saldo negativo de 552 postos de trabalho.

O acumulado dos dez primeiros meses do ano em Mossoró ainda traz saldo negativo na criação de empregos formais, mas com uma pequena margem. Foram criados no ano 15.423 vagas de trabalho com carteira assinada e houve o registro de 15.428 demissões no período. Saldo negativo de apenas cinco vagas.

SETORES

Todos os cinco setores registrados pelo Caged apresentaram saldo positivo no mês de outubro em Mossoró. Destaque para Serviços e Comércio.

O setor de Serviços contratou 712 pessoas com carteira assinada e demitiu 387. O saldo foi de 325 vagas a mais no período. Já o Comércio teve 513 admitidos e 337 desligados, com saldo positivo de 176 novos postos de trabalho.

Os demais setores tiveram aumento de vagas menor. A Construção Civil teve saldo de 98 vagas. Foram 228 contratações contra 130 demissões. O setor de da Indústria teve 220 admissões ante 131 desligamentos. A Agricultura realizou a contratação de 186 pessoas com carteira assinada contra 134 registros de desligamentos. Saldo de 52 vagas.

MÊS A MÊS

Outubro

1.859 admissões

1.119 demissões

740 vagas de saldo

Setembro

1.940 admissões

1.235 demissões

705 vagas de saldo

Agosto

2.160 admissões

1.296 demissões

864 vagas de saldo

Julho

1.851 admissões

1.181 demissões

670 vagas de saldo

Junho

1.840 admissões

1.215 demissões

625 vagas de saldo

Maio

896 admissões

1.586 demissões

-690 vagas de saldo

Abril

574 admissões

1.687 demissões

-1.113 vagas de saldo

Março

1.311 admissões

1.863 demissões

-552

Fevereiro

1.520 admissões

2.338 demissões

-818 vagas de saldo

Janeiro

1.472 admissões

1.908 demissões

-436 vagas de saldo

Acumulado

15.423 admissões

15.428 demissões

-5 vagas de saldo

Fonte: Caged



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem