Banner 1

 


O Ministério Público encontrou ligações entre o miliciano Adriano da Nóbrega e o esquema criminoso de “rachadinhas” (desvio do salário de servidores) no gabinete de Flávio Bolsonaro, atualmente senador pelo Republicanos, na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Adriano da Nóbrega é apontado como chefe do Escritório do Crime, grupo de extermínio formado por milicianos. Ele foi morto na Bahia em fevereiro deste ano, em troca de tiros com a polícia.

Segundo a denúncia, noticiada pela Globo, em 2007, o então deputado estadual Flávio Bolsonaro nomeou como assessora parlamentar Danielle Mendonça da Costa, mulher de Adriano, então ex-policial militar. No mesmo ano, Flávio contratou mais um assessor: o ex-PM Fabrício Queiroz, que cumpre prisão domiciliar e é apontado como o operador do esquema.

Em 2015, a mãe de Adriano, Raimunda Veras Magalhães, também virou assessora parlamentar de Flávio Bolsonaro. O Ministério Público afirma que Danielle e Raimunda recebiam salário, mas eram “fantasmas”, ou seja, não apareciam no gabinete.

A mãe de Adriano, segundo a investigação, era dona de pizzarias que foram usadas para movimentar parte do dinheiro desviado da Alerj. Os valores saíram dos restaurantes e entraram diretamente nas contas de Queiroz, em depósitos ou transferências bancárias. O MP descobriu que o ex-PM, por meio da mãe e da mulher, transferiu outros R$ 400 mil para o operador do esquema criminoso.

Os investigadores sustentam que, considerando todo o período de atuação da mulher e da mãe de Adriano (entre 2007 e 2018), foram desviados para a organização criminosa R$ 1.029.042,48.

A defesa de Flávio Bolsonaro afirmou que o senador não cometeu nenhuma irregularidade, que ele desconhece supostas operações financeiras entre ex-servidores da Alerj e que os fatos serão esclarecidos no tempo e no foro adequados. A defesa de Fabrício Queiroz disse que as imputações não correspondem à verdade, o que, segundo ele, será demonstrado na defesa judicial.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem