Banner 1

 


O crime com características de execução aconteceu por volta das 12h40min de sábado, 14 de novembro de 2020, na Rua Ministro Tassio Dutra, próximo ao Posto de saúde no Conjunto Redenção em Mossoró. 

Fabrício Emanoel Nascimento de Oliveira, 25 anos de idade, foi morto com com vários tiros de pistola calibre ponto 40 dentro de um Lava-Jato de sua propriedade. A Policia Militar recebeu informações de que Fabrício estava sozinho no seu estabelecimento se preparando para lavar um carro, quando os atiradores chegaram e já foram atirando em sua direção.

O jovem foi alvejado com aproximadamente 18 tiros e não resistiu, tendo morte instantânea no local. Os criminosos fugiram após executarem a vítima, em sentido ignorado. No local da execução a perícia criminal recolheu 20 cápsulas de pistola .40 que ficaram espalhadas fora e dentro do prédio. De acordo com o perito Dênis Orozco, foram contabilizadas cerca de 18 perfurações pelo corpo da vítima, numa cena clara de execução. 

Ainda não há informações sobre a motivação do crime, mas a Polícia Civil, que esteve no local, tem informações de que a vítima havia sido ameaçada, quando a cerca de um mês atrás os inimigos mandaram um recado através de disparos de arma de fogo efetuados no portão de sua casa, localizada ao lado do posto de lavagem.

No sistema da justiça do Rio Grande do Norte, não há nenhum registro de antecedentes criminais contra o jovem Fabrício Emanoel Nascimento de Oliveira. O corpo do jovem foi recolhido após a perícia realizada na local pela equipe de profissionais do ITEP unidade local e será examinado no IML.

O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A cidade de Mossoró já contabiliza 171 assassinatos em 2020.

Mossoró Hoje




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem