Banner 1


Os candidatos a prefeito de Mossoró, nesta segunda-feira, 2, responderam à pergunta do Heriwelton Junior: Qual sua proposta, se eleito for, para fomentar a prática esportiva.

Irmã Ceição fala em construir o 1º Parque Olímpio Municipal de Mossoró.

Claudia Regina fala em fortalecer as modalidades de base criando escolinhas.

Isolda Dantas fala em recuperar estruturas ociosas e apoiar os clubes locais.

Allyson diz que vai criar o Circuito Esportivo de Mossoró e usar para inclusão social.

Rosalba diz que revitalizou campos da zona rural e urbana de Mossoró.

Ronaldo fala em criar uma secretaria de esportes forte.

Segue:

Qual sua proposta, se eleito for, para fomentar a prática esportiva?

A pergunta é do eleitor/leitor Heriwelton Junior.

Irmã Ceição: “Construir o 1° parque olímpico municipal de Mossoró.

A secretaria esporte parece não existir na cidade, temos um ginásio mas funciona muito pouco. Todo prédio esportivo público deve servir para população. Para isso, é preciso incentivo, realização de competições tanto escolares como comunitárias. No nosso plano de governo está a proposta de construir o 1° parque olímpico municipal de Mossoró. As crianças e jovens precisam ter um incentivo para prática esportiva, pois melhora a saúde, traz valores importantes e livra o jovem e adolescente da ociosidade e do mundo do crime. É preciso também buscar revitalizar o futebol Mossoroense profissional e amador. Mas repito, é preciso uma secretaria de esporte com mais apoio e atuação. Muitas áreas da atual gestão deixam a desejar e essa não é diferente.

Já em relação ao estádio Leonardo Nogueira precisamos resolver a situação com a liga esportiva e fazer uma parceria para uma reforma e ampliação do nosso estádio de futebol.

 Çeição 14! A verdadeira mudança!


Claudia Regina: “Fortalecimento das modalidades de base”

O esporte é um assunto transversal no nosso Planejamento Estratégico, ou seja, ele está presente em diversas áreas, sobretudo na educação, saúde, desenvolvimento social e infraestrutura. Primeira coisa que temos como norte é o fortalecimento das modalidades de base e, por isso, vamos criar as escolinhas para formação esportiva. Isso significa condições para o futuro de novos esportistas e ainda garante crianças e jovens distantes das drogas e da violência.

Dentro dessa proposta, será organizado um pacote para recuperação e a criação dos espaços como as quadras poliesportivas em praças e escolas. E também neste sentido vamos retomar o projeto da criação do Centro de Formação Esportiva que será central para essas ações.

Precisamos recuperar o nosso Ginásio Municipal e ainda promover um estudo mais efetivo para a situação do Estádio, que se dará com amplo debate dos setores técnicos, dos clubes e da sociedade. Temos ainda na educação o Aluno Nota 10, que, entre outros benefícios, vai disponibilizar bolsas de fomento ao esporte. Vamos abrir diálogo com os clubes para elaboração de um projeto que incentive a formação de plateias nos jogos.

Isolda Dantas: “Vamos apoiar os nossos clubes e recuperar espaços ociosos”

Dos retrocessos que Mossoró vem enfrentando nos últimos anos o esporte é uma das áreas mais marcantes. O nosso Nogueirão já poderia ter tido uma solução que passa por uma parceria com a iniciativa privada sem custos aos cofres públicos. Construir um está numa área mais afastada é uma solução. A empresa que bancar isso em troca fica com um terreno valorizadíssimo na Avenida João da Escóssia. O nosso ginásio que já foi cartão postal de Mossoró hoje vive com problemas estruturais. Vamos recuperar o Ginásio Pedro Ciarlini e nele fomentar várias competições esportivas. Somos conscientes de que o esporte é fundamental para afastar os jovens das drogas e essa ação precisa ser alinhada com a educação. Vamos apoiar os nossos clubes e recuperar espaços ociosos para a prática do esporte e do lazer.

Allyson Bezerra: ”Implementação de projetos como o Circuito Esportivo de Mossoró”

A inclusão social deve ser uma meta importante para qualquer gestão municipal de um país com os graves problemas de exclusão que temos. Uma das ferramentas para tanto, certamente, é a oportunização do acesso ao esporte e ao lazer, sobretudo nas periferias pauperizadas de nossa cidade. Assim, a política de esportes da Prefeitura Municipal de Mossoró será também entendida como uma importante faceta de nossa política social, que se norteará sobretudo pela premissa básica da inclusão e do acesso.

Dentro desse cenário, propomos em nosso plano de governo a implementação de projetos como o Circuito Esportivo de Mossoró (CEM), que consistirá no fomento à prática esportiva, em parceria com as ligas esportivas atuantes na cidade, a ser realizada tanto na zona urbana quanto na zona rural. Haverá a prática de diversas modalidades esportivas, com premiação aos primeiros colocados; o Projeto “Mossoró em Movimento”, para fortalecer as práticas esportivas na rede de escolas municipais, a começar pela iniciação esportiva, passando pela disseminação do esporte em larga escala e em diferentes modalidades, até a descoberta de talentos para o esporte competitivo; o Programa “Mossoró Olímpico”, um programa de fomento às modalidades olímpicas e paralímpicas. As pessoas, de uma forma geral, poderão se cadastrar para a prática ou para aulas experimentais da modalidade. Também é uma meta da nossa gestão promover a manutenção e a recuperação dos campos de futebol amador da cidade, em suas zonas rural e urbana, proporcionando maiores oportunidades à população para a prática de esportes.

Nossa gestão apoiará as associações, ligas, fundações, ONGs e outros organismos, que tenham como objetivo a inclusão e promoção social através do esporte, promovendo recuperação de espaços públicos, parcerias e ofertando o suporte necessário para o desenvolvimento do projeto; Fomentar os eventos esportivos a nível estadual, regional e nacional ampliando as oportunidades para os desportistas mossoroenses e incentivando o turismo esportivo e divulgação da nossa cidade; Promover a manutenção e a recuperação dos campos de futebol amador da cidade, em suas zonas rural e urbana, proporcionando maiores oportunidades à população para a prática de esportes.

Rosalba Ciarlini: “Revitalizei campos de futebol, nas zonas urbana e rural”

O investimento na área de esporte e lazer é fundamental, sobretudo para a qualidade de vida, entretenimento e direcionamento dos jovens para os melhores caminhos.

Esse foi um compromisso que eu assumi e por isso retomei projetos como o Circuito Mossoroense de Futebol Amador, o nosso Suburbão, que foi realizado também nas localidades rurais. Há alguns anos essa competição estava parada. Aliado a isso, revitalizei campos de futebol, nas zonas urbana e rural, com nova iluminação e melhorando a infraestrutura.

Ampliamos o Viva a Rio Branco com modalidades distribuídas ao longo da semana e pretendemos lançar novos projetos, descentralizando e levando aos bairros.

Uma ação importante da minha gestão foi a desinterdição do Ginásio Municipal Pedro Ciarlini, que agora está adequado às normas de acessibilidade conforme as diretrizes do Corpo de Bombeiros. É bom esclarecer que esse ginásio foi interditado porque foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) na administração anterior que não foi cumprido. Então tivemos que iniciar o projeto, aprovar com o Corpo de Bombeiros e executar. Com isso, temos o nosso ginásio liberado que, em breve, vai receber competições de circuito nacional.

Também fortalecemos o Jovem Promessa de Ginástica, em parceria com a Caixa, ampliando o número de crianças atendidas na Escola Municipal Raimundo Fernandes.

Entre as nossas propostas vamos criar o society no bairro, com campos para incentivar a prática da modalidade. Vamos melhorar as estruturas das nossas áreas de esporte e lazer, um dos locais que será revitalizado é a quadra de basquete do Santa Delmira, entre outras 17 que já estão licitadas.

Ronaldo Garcia: “É preciso ter uma secretaria de esporte forte”

O modelo de patrocínio direto aos clubes de futebol, além de ser ilegal, já mostrou falência. Pagar a folha salarial de clubes por alguns meses repleta de jogadores de fora não é estruturar o futebol. O papel da Prefeitura é oferecer condições para os clubes desportivos tenham condições de criar estruturas favoráveis para serem mantidos o ano todo. Para isso, é necessário estabelecer uma porcentagem dos impostos diretamente para o futebol amador e esportes olímpicos. Ao estabelecer as prioridades das principais competições, nós reativamos o ginásio, que hoje é mais um elefante branco. É vergonhoso ainda que a atual prefeita tenha inaugurado uma maquete de um estádio que nunca saiu do papel. Sabemos que o estádio pertence a Liga e aos seus filiados. Para isso, é necessário apresentar uma proposta compensatória. Nossa intenção é municipalizar o estádio e torná-lo em uma arena multiuso. Mas não se pode estruturar para se tornar um elefante branco. Cada um dos filiados da LDM terá um espaço para criar uma loja, que tenha atividades todos os dias. Daí, geramos lucro para essas agremiações investirem em esporte amador e geramos um calendário o ano todo. Também teremos escolas de tempo integral em nosso governo e a prática esportiva estará presente na carga horária complementar dos nossos alunos. Trataremos o esporte como uma forma de inclusão social e ascensão social. Nós temos atletas mossoroenses em destaque internacional no karatê, taekwondo, jiu-jitsu, MMA, tênis de mesa e ciclismo. Todos eles, infelizmente, apenas fruto de esforços individuais. É preciso ter uma secretaria de esporte forte que catalogue todas as modalidades praticadas na cidade e estabeleça prioridades, para que os atletas recebam patrocínio quando forem viajar representando a nossa cidade em competições esportivas.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem