Banner 1

 


Do Blog do Barreto

A Câmara Municipal de Mossoró acabou de revogar por unanimidade o título de persona non grata concedido à vereadora eleita Marleide Cunha (PT).

Ela foi punida pelos vereadores da bancada rosalbista por sua atuação como presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDSERPUM). Ela denunciou a subserviência dos parlamentares em votações que prejudicavam os trabalhadores.

“Queria agradecer entre aspas aos colegas que votaram para desfazer essa injustiça. Seria muito difícil para a próxima legislatura manter essa agressão contra a companheira Marleide. Estou feliz, mas isso deveria ser evitado”, avaliou o vereador Gilberto Diógenes (PT), autor do pedido de revogação.

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró Izabel Montenegro (MDB) frisou que não colocou as digitais nessa iniciativa. Petras Vinícius (DEM) reforçou que sempre considerou o título uma injustiça. Sandra Rosado (PSDB) também marcou posição em favor da proposição.

Já os vereadores Alex Moacir (PP), Aline Couto (PSDB) e Didi de Arnor (Republicanos) tentaram expor posição de abstenção alegando que não ouviram a proposta sendo colocada em votação, mas a matéria já estava aprovada.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem