Banner 1

 


O Rio Grande do Norte teve um aumento de 11% na arrecadação de ICMS em outubro deste ano em comparação ao mesmo mês de 2019. Foram recolhidos R$ 521 milhões somente deste tributo no mês passado, de acordo com a Secretaria Estadual de Tributação (SET).

Incluindo o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD) o Estado arrecadou R$ 551 milhões em outubro - o melhor mês do ano até o momento.

De acordo com a SET, esse é o terceiro mês consecutivo que o Rio Grande do Norte registra aumento de arrecadação e coincide com retomada das atividades econômicas em julho, tendo reflexos nos meses subsequentes.

Os dados são da 13ª edição do Boletim de Atividade Econômica, produzido mensalmente pela Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN).

Na avaliação do secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, a previsão é que a arrecadação de novembro se mantenha nesse ritmo de crescimento, já que os indicadores de movimentação econômica do mês corrente têm forte influência do mês anterior. “Esperamos que esse crescimento também ocorra em novembro, com um aumento do volume arrecadado girando em torno de 10% a 11%”, disse.

Setorial

As atividades que mais contribuíram para o crescimento na arrecadação de ICMS no mês foram o comércio varejista, de onde foram recolhidos R$ 113 milhões, o segmento de combustíveis (R$ 104 milhões) e o atacado, que recolheu R$ 103 milhões. Já da indústria o total arrecadado foi de R$ 72 milhões. Tanto o varejo quanto o atacado tiveram desempenhos superiores aos verificados em igual intervalo de 2019.

O boletim também aponta um aquecimento das operações comerciais no estado, que tiveram uma queda abrupta entre os meses de fevereiro e abril, e recuperam a curva ascendente a partir de maio, chegando a outubro com volume médio de 989 mil operações por dia. Quantitativo que praticamente se equipara ao patamar de vendas efetivadas diariamente em outubro do ano passado: 998 mil operações por dia.

G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem