Banner 1


O coordenador geral do Sindicato dos Bancários de Mossoró, Assis Neto, informou na manhã desta segunda-feira, 23, que a agência central do Banco do Brasil na cidade está fechada por conta da denúncia do sindicato do aumento no número de casos de infectados pelo novo coronavírus em suas dependências.

De acordo com o órgão sindical, a agência localizada na Praça Vigário Antônio Joaquim apresenta quadro de funcionários afastados por sintomas da doença. Relata ainda que um deles já testou positivo. O sindicato alega que o banco ignora a segurança dos bancários e se recusa a tomar medidas de segurança como o afastamento dos demais colegas que mantiveram contato com os suspeitos/infectada e o fechamento da agência para desinfecção do prédio e publicidade aos clientes.

“Lá o pessoal tá todo doente. Eu tenho até medo de chegar perto. Hoje vai um fiscal do Ministério do Trabalho lá. Eu vou todo paramentado. 100% da agência empresa está doente. Todos os funcionários da agência-empresa estão doentes”, disse Assis Neto a reportagem nesta manhã.

TERROR

O órgão sindical revela ainda que os funcionários mostraram-se assustados e perplexos ante o descaso com que os gestores e a instituição estão tratando o caso, posto que pode haver mais funcionários infectados transmitindo entre eles e para a população que é atendida naquele ambiente.

O coordenador geral do Sindicato, Assis Neto, mostrou-se extremamente preocupado com a situação e imediatamente entrou em contato com vários gerentes do Banco que sustentaram o não fechamento do ambiente contaminado e o não afastamento dos demais colegas que trabalham no recinto, expondo-os todos, inclusive eles próprios, às mazelas desta perigosa doença que já quase 170.000 mortes no país.

Jornal de Fato


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem