Banner 1

A ginecologista e Obstetra Iris Menezes teve o dedo indicador de uma das mãos decepado após ser mordida por uma paciente, no início da tarde de quarta-feira (21).

O caso aconteceu no Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC), em Mossoró. A assessoria da unidade hospitalar confirmou a ocorrência.

De acordo com informações, a médica foi chamada no setor de alojamento conjunto para conversar com uma paciente que havia dado a luz e estava um pouco alterada.

A paciente em questão já havia recebido alta, mas o bebê dela ainda seguia internado para concluir o tratamento pós-nascimento.

Em determinado momento, enquanto a obstetra tentava acalmar a paciente, ela agarrou a mão da médica e mordeu o dedo dela com agressividade, provocando uma fratura exposta no local.

A equipe do hospital conseguiu intervir e conter a paciente, que foi medicada e encaminhada para o sistema municipal de saúde.

Dra. Iris foi encaminhada com urgência para o centro cirúrgico, onde foi realizado o procedimento de amputação de parte do dedo indicador.

Após a cirurgia, devidamente medicada, a obstetra registrou um Boletim de Ocorrência contra a paciente. Ela passa bem.

A equipe do HMAC segue acompanhando o caso, em conjunto com o Núcleo de Ginecologia e Obstetrícia de Mossoró, do qual a médica faz parte.

VEJA NOTA NA APAMIN:

A Associação de Assistência e Proteção a Maternidade e a Infância de Mossoró - APAMIM esclarece que o incidente ocorrido do dia 21 de outubro relacionado a médica Iris Menezes se caracterizou como caso fortuito nunca ocorrido nas dependências do estabelecimento. A APAMIM promoveu a devida assistência à saúde da profissional, uma vez que zela pela segurança dos profissionais atuantes em seu estabelecimento. Demais disso, prontamente a APAMIM se reuniu com a empresa NGO com o fim de planejar medidas de gestão necessárias solucionar a problemática vivenciada.

À direção

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem