Banner 1

 


Por 7x 0 o TRE/RN (O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte) manteve a decisão de primeira instância que indeferiu o registro de candidatura da presidente da Câmara Municipal de Mossoró Izabel Montenegro (MDB).

A vereadora é condenada em 2ª instância a dois anos em regime aberto por envolvimento em crimes investigados pela Operação Sal Grosso e está enquadrada pela Lei da Ficha Limpa.

Embora a decisão ainda caiba recurso, Izabel achou por bem retirar sua candidatura à reeleição após a manutenção do registro indeferido. A presidente da Câmara reuniu apoiadores em sua residência e anunciou que será substituída pela filha, Carmem Júlia, uma vez que a legislação permite a troca de candidato nestas circunstâncias.

Izabel Montenegro é presidente da CMM desde 2017 e está no terceiro mandato como vereadora.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem