BANNER 1

 


Um acordo firmado entre Prefeitura de Mossoró, Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e Infância de Mossoró (APAMIM) e Governo do Estado vai reduzir a partir deste mês o número de leitos de UTI Covid-19 de 40 para 30 no Hospital São Luiz para otimizar recursos públicos.

Há meses que o São Luiz vem funcionando apenas com 30% a 40% de sua capacidade total de ocupação. A medida foi discutida e acordada entre as partes para evitar custos desnecessários, uma vez que vários leitos de UTI ficaram sem ocupação.

A Secretaria de Saúde de Mossoró já deixou claro que caso ocorra uma possível nova onda de coronavírus e haja a necessidade de mais leitos de UTI eles serão reabertos. 

OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI COVID-19 E LEITOS CLÍNICOS EM MOSSORÓ (04/10/2020)

De acordo com dados da Central de Regulação de Leitos de Mossoró de domingo (04), dos 16 leitos de UTI Covid-19 ocupados no Município, apenas seis são de pessoas da cidade. Os outros 10 são de pessoas da região e do Estado do Ceará: 2 de Areia Branca; 1 de Governador Dix-sept Rosado; 1 de Patu; 1 de Itaú; 1 de Pendências; 1 de Porto do Mangue; 1 de Caraúbas; 1 de Upanema; 1 de Palhano do Estado do Ceará. Com 16 leitos de UTI ocupados, Mossoró ainda dispõe de 41 leitos UTI Covid-19 vagos.

Dos nove leitos clínicos ocupados, apenas cinco são de Mossoró e os outros quatro de Porto do Mangue (2), Upanema (1) e Videira do Estado de Santa Catarina (1). Atualmente são 27 leitos clínicos vagos e um bloqueado.

A Central de Regulação de Mossoró é responsável por regular os 40 leitos de UTI do Hospital São Luiz, 9 leitos de UTI do Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia, 5 leitos na Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer e três leitos de UTI pediátrica no Wilson Rosado custeados pela Prefeitura de Mossoró. Além de 25 leitos clínicos no Hospital Luiz, 7 leitos clínicos no Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia e 5 leitos clínicos Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem